Fechar
Desabafou

Gaby Amarantos acusa premiações de xenofobia por ignorar artistas do Norte

Gaby Amarantos se revoltou com premiações musicais que não valorizam cantores da região amazônica e desabafou no Twitter

Aline TorresRepórter do EM OFF

Mais uma artista reclamou de falta de representatividade após o Prêmio Multishow que foi ao ar na noite desta quarta-feira (08). Antes mesmo de a premiação ser apresentada, a lista dos indicados já havia gerado polêmica na internet, com comentários de artistas e internautas contrários às listas ou por falta de algum artista que fez a diferença no cenário musical.

Gaby Amarantos ficou revoltada por falta de artistas do Norte, região brasileira que ela abertamente defende com unhas e dentes. A cantora amazonense chegou a acusar não apenas o Prêmio Multishow, mas também outras premiações musicais, de xenofobia. Em uma série de tuítes, Gaby mostrou toda a sua indignação com premiações musicais:

“Artistas da Amazônia, região NORTE ñ existem para as premiações Brasileiras e isso da um desestímulo da porra. A gente faz álbum, lança os clipes mais fodas mas nos ignoram, que vontade de gritar que NÓS EXISTIMOS!! NOS RESPEITEM!!!”, disse na primeira postagem. “Não é só o #PremioMultishow são TODAS AS PREMIAÇÕES @multishow”, disse ainda marcando o perfil do canal do Grupo Globo, Multishow.

“Pessoas do norte, não aceitem migalhas, temos que exigir a presença dos nossos em todos os lugares. Nós consumimos, nós somos portadores do maior bem desse país, a amazônia. Chega de virem fazer cmapanha nas nossas florestas e sempre deixar nosso povo de fora!!!”, enfatizou a artista com indignação. Em seguida a cantora acusou as premiações musicais de preconceito: “O nome disso é xenofobia!!!”, analisou Gaby.

Continua após a publicidade

“A gente não quer só que venham gravar clipe, matérias ou publis [publicidade] aqui, a gente não quer que só mostrem aparelhagens, gastronomia ou as outras belezas. É legal, importante, mas a gente tem cena pop da Amazônia, artistas e a gente precisa se ver lá tb!!!!”, continuou. “Égua eu tô muito triste!!!!”, desabafou a cantora ainda na sequência de tuítes.

A cantora completou reafirmando a grandiosidade dos artistas do norte: “Eu só peço respeito aos artistas nortistas, não falo só de mim e sim de toda uma cena musical/artística representa grande parte de um país. Não dá pra fazer prêmios, campanhas publicitárias, festivais sem pensar no Brasil como um todo. É muito triste ter que exigir isso!!”, finalizou Gaby.

Filipe Ret

Outro artista que não se calou após a premiação do Multishow foi Filipe Cavaleiro, mais conhecido como Filipe Ret. O rapper ficou nada feliz em ver que nenhum de seus colegas músicos estava na lista de indicados. Em uma publicação nas redes sociais, o cantor citou o nome de alguns artistas da cena rap e trap e a falta que eles fazem nesses grandes eventos musicais:

“Cadê Orochi, Djonga, Matuê, Poze do Rodo, Teto, Domlaike, Flora, Hariel, MD Chefe, BK, Castelinho, TZ, entre outros mlks [moleques] geniais que enchem as casas de show de verdade”, disse o artista no primeiro trecho da publicação que fez nos stories do Instagram. Ele também compartilhou uma imagem do Prêmio Multishow sendo transmitido e continuou a falar sobre o assunto:

“Com todo respeito aos artistas que estão participando: não existe premiação musical brasileira honesta sem uma parcela considerável de rappers/trappers. Quem perde esses artistas são vocês”, completou. A premiação contou com a apresentação de artistas como Iza, Ivete Sangalo, Juliette, Nando Reis, Israel & Rodolffo e Luísa Sonza.