Fechar
PÓS-FAROFA

Gkay revela sexo a quatro e manda indireta para famosa

Gkay, atriz e humorista, revelou quais famosos fizeram ménage em sua festa e a intimidade nos bastidores do evento em Fortaleza

Adriel MarquesRepórter do EM OFF

Gessica Kayane, atriz e influenciadora digital, contou muita coisa inédita para Léo Dias sobre o seu evento badalado. Criadora da polêmica ‘Farofa da Gkay‘, a beldade abriu sua intimidade e acabou expondo coisas quentes durante a entrevista. O bate-papo revelador trouxe os bastidores da festa e quais celebridades se permitiram em excesso. O diálogo teve até recado exaltado para algumas famosas: “Quer dar close? Vai bater perna no shopping, não vai pra Farofa. Na Farofa é pra causar”.

O momento picante da entrevista foi quando a atriz contou que houve ménage na festa e sobre ficar com o filho de Leonardo: “Muito beijo entre meninas, muito beijo triplo e teve gente que rolou [sexo] a três ou a quatro. Eu levei o João Guilherme para o Dark Room”. Em outra entrevista, com o comunicador Mateus Mazzafera, no ‘Hotel Mazzafera’ contou que Tiago Abravanel e Fernando Poli, seu marido, ficaram com várias pessoas e participaram de um ménage também. Outro popstar que inovou é o contratado da Netflix, Jottapê, junto da noiva Estefany Boro incluíram mais uma pessoa na relação e optaram por fazer trisal.

Segundo a blogueira, tentaram separar os cantores dos convidados e a mesma foi contra: “Vieram com história assim pra mim: ‘Vamos criar o camarote para botar os cantores’. Eu disse isso: ‘Camarote? Se o cantor quiser ficar na festa, ele que fique no meio do povo. Não existe isso não’. O Xand Avião ficou até dez horas da manhã no meio do povo, os cantores desciam do palco e ficavam lá. Valesca Popozuda, todo mundo cara, é uma festa gente e não existe camarote. Pulseirinha era para controla entrada apenas, camarote não mesmo”.

Carlinhos Maia, que estava brigado com a celebridade, também foi mencionado por Gkay durante a conversa: “O ego maior era do Carlinhos. Hoje, que a gente voltou a amizade, eu até falo para ele que era muita coisa para ele. Ele estava vivendo a explosão e trancavam ele em um estúdio 12 horas, sem celular. Se Carlinhos não tivesse entrado nos Roni, nada disso teria acontecido. A briga, o cancelamento, a briga com Whindersson. Entrar no programa, estar no auge, gente batendo na porta, seguidor crescendo, tudo isso não tem cabeça que não exploda”.

Continua após a publicidade

De acordo com a criadora de conteúdo, Carlinhos Maia acreditava que ela era ingrata: “Eu acho que eu devia ter agradecido mais ele, ele tinha essa necessidade de ouvir mais [o obrigado], sabe? Ele me falou uma coisa, depois da última vez que a gente conversou: ‘Você, nós dois erramos, porque eu queria que você fosse minha personagem. Você não nasceu pra ser personagem, você nasceu pra ser a Gkay. Eu tinha hora que não queria aceitar seu brilho”.

Gkay disse que foi convidada para o ‘Big Brother Brasil 20’ (Globo) e por qual motivo recusou a entrar no reality show: “Depois dessa entrevista ficou a questão de se eu vou ou não. Não me arrependo [de ter negado] porque eu vejo, eu acho que tudo que eu consegui na minha vida, consegui através de méritos meus e de coisas minhas que eu fiz. Mesmo que seja devagar ou lento”.

“Eu acho que talvez não seja o momento de reality, acho que existe muitas coisas que quero conciliar por mim, pelo meu mérito, pela minha coisa, sabe? Eu não sei, não estava com psicológico legal naquela época. Você precisa estar blindado pra entrar ali e corajoso. Eu não tenho medo do cancelamento, eu tenho medo de atrair hater desnecessário, por uma coisa que ás vezes é tão besteira”, concluiu Gkay.