Fechar
Susto

Homem invade casa de Rihanna e polícia é chamada

Invasor tentou entrar na casa de Rihanna, mas consegue fugir antes da chegada da polícia

Aline TorresRepórter do EM OFF

A polícia norte-americana foi chamada para tentar prender homem que invadiu a casa da cantora Rihanna na manhã dessa quarta-feira (07) em Los Angeles. A informação foi dada pelo site TMZ que informou também que o invasor conseguiu fugir.

Ao ter a sua presença percebida pelos seguranças da artista, o homem acabou fugindo das forças policiais assim que chegou no local. Rihanna não estava em casa no momento da tentativa de assalto.

Após o chamado, mesmo que o suspeito não tenha sido capturado, a polícia abriu uma investigação para tentar identificar o homem. Rihanna costuma alugar a casa para outras pessoas, mas não pretende continuar fazendo depois do que aconteceu, já que há probabilidade do caso se repetir.

O reforço de seguranças foi feito no local para evitar uma possível volta de invasores. Essa não é a primeira vez que a artista sofre com pessoas que invadem a casa dela, muito menos a primeira famosa que passa por esse tipo de situação.

Continua após a publicidade

A denúncia da invasão foi feita por telefone e a polícia chegou às 7h da manhã. Os seguranças avisaram os policiais que mesmo antes deles chegarem, o homem teria conseguido escapar sem entrar na casa.

Em 2018, um homem entrou na casa de Rihanna em Hollywood Hills e até dormiu por lá. Ainda segundo o TMZ, a polícia conseguiu prendê-lo e fichá-lo por roubo e invasão residencial. O acusado ainda arrombou e adulterou o sistema de segurança local.

Rihanna tem um histórico policial, mas longe de ser presa. Na verdade, por denúncias que fez, principalmente envolvendo seu ex-namorado Chris Brown. O cantor agrediu fisicamente a então namorada e ela foi à polícia para denunciá-lo.

As fotos dela com o rosto machucado tomaram conta da mídia na época e o cantor perdeu contratos de trabalho e patrocinadores. Ele foi a julgamento e se declarou inocente, porém, dois meses depois, se declarou culpado. Ele fez um vídeo pedindo desculpas para a ex-namorada.

Chris Brown foi condenado a seis anos com liberdade condicional e seis meses de serviços comunitários. No entanto, em 2013, ele violou a liberdade condicional e agrediu um fotógrafo após uma briga. Logo depois, foi condenado a passar 90 dias e uma clínica de reabilitação.