Desorganização

Indicados acusam ‘MTV Miaw’ de desorganização, falta de convites e racismo

Indicados afirmam que não receberam o tratamento adequado pela organização do evento ou sequer receberam convites para o MTV Miaw 2022

Aline Torres
Repórter do EM OFF

Aconteceu na noite dessa terça-feira (26) o MTV Miaw 2022, premiação que visa reconhecer, pelo voto popular, artistas e personalidades da cultura pop. No entanto, o que era para ser um momento de alegria e satisfação, não foi o que aconteceu para algumas pessoas que se sentiram lesadas pela organização do evento.

Alguns famosos detalharam que não receberam convite ou que receberam, mas que não ganharam o camarote, sendo que todos eles, foram indicados em pelo menos uma categoria. Os desabafos em sua maioria, foram feitos nas redes sociais e trouxeram até mesmo, pautas importantes como o racismo.

As influenciadoras Tata Estaniecki e Bruna Unzueta, que apresentam o podcast PodDelas foram indicadas na categoria “Dupla de Milhões”, não receberam qualquer convite para o evento. Tata afirmou em seus stories que elas só ficaram sabendo da premiação no mesmo dia que aconteceu. Enquanto acontecia o MTV Miaw, elas estavam entrevistando MC Loma.

“E a gente que ficou sabendo só agora que o MTV Mmiaw era hoje kkkkkkkkkk véi”, disse Tata. “Detalhe: ficamos sabendo pela internet HAHAHAHAHA”, completou a esposa de Júlio Cocielo, surpresa pelo ocorrido, mas levando com bom humor. Diferente das duas apresentadoras, Rízia Cerqueira não ficou nada feliz por ser ignorada.

A ex-BBB19 se pronunciou em postagens no Twitter e afirmou ter ficado triste por ter sido esquecida, mesmo estando indicada na categoria “Black Star Rising”. A modelo que trabalha agora como influenciadora, disse que a oportunidade seria boa para sua visibilidade nas redes sociais:

“E eu que fui indicada pra o mtvmiaw e não fui convidada kkkkkk A POBI FICOU FELIZ DA VIDA JURANDO QUE IA POSTAR LOOK BEM BLOGUEIRA DANDO CLOSE”, escreveu Rízia. Em seguida, a ex-BBB ainda respondeu a crítica de um internauta que apoiou o fato dela ter sido ignorada: “Só que hj em dia eu trabalho com internet e tá presente nesses lugares é importante pra mim. Pra vcs que não me conhecem não é, mas pra mim é”, disse indignada.

O influenciador e homem trans, Stefan Costa, comentou na primeira postagem de Rízia sobre não ter sido convidado: “Partilho do mesmo sentimento, tbm não fui convidado. O look estava pronto”. Além disso, respondeu um internauta que apontou transfobia do evento: “Convidaram um homem trans que nem indicado pra nada foi”, escreveu Stefan.

Na mesma categoria em que Rízia foi indicada, MC Soffia também foi. Diferente da influenciadora, Soffia foi convidada, porém, recebeu o convite para ficar bem longe do camarote dos indicados. A rapper ficou na pista, assim como qualquer outra pessoa que não recebeu uma indicação. Indignada, a cantora fez vídeos desabafando sobre o ocorrido:

“Nossa, gente, super chateada com a @MTVMiawBrasil. Eu concorrendo à premiação, me colocaram na pista no meio da multidão, sem valorizar mais uma vez minha caminhada de artista!”, disse a rapper que associou o ocorrido com racismo e números: “Será que ser artista no Brasil significa ter grandes números? Por isso não sou valorizada?”, disse.

“Ontem Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha.. Hoje, isso !”, escreveu a artista no Twitter ao postar alguns cortes de vídeos em que desabafa sobre a humilhação que passou. Outro artista que passou pela mesma situação, foi o DJ Gabriel do Borel. O músico foi indicado em duas categorias: “Hino do Ano” e “Coreografia Envolvente”.

Nomeado pelas parcerias com grandes artistas como Luísa Sonza, o DJ se mostrou indignado por não receber o convite devido para estar no camarote dos indicados. Segundo a revista Quem, Gabriel tentou dar um jeito na situação com a produção do evento, mas não conseguiu. Apenas mudou de local, depois da ajuda de amigos.

“É triste, porque como um evento tão maravilhoso quanto este, pode pecar dessa forma na organização. Assim como eu, vários outros artistas foram barrados por estarem com o nome fora da lista. Espero que coração que revejam isso para os próximos anos, porque como artista, a gente só quer contribuir para que a premiação cresça mais e mais a cada ano”, relatou.