Fechar
SE IRRITOU

Influencer responde após críticas por ‘tirar sarro’ de tragédia na Bahia

Juninho Espoliano vive em cidade afetada por chuva e foi “cancelado” após fazer brincadeira no Instagram

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

As fortes chuvas que assolam o sul da Bahia têm causado alagamentos em diversas cidades da região, destruindo casas e deixando milhares de pessoas desabrigadas. Muitos artistas, entre atores, cantores e influenciadores digitais, têm usado as redes sociais para pedir doações às famílias que vivem no local. Alguns deles, no entanto, acabaram “cancelados” na internet devido a publicações “duvidosas”.

Foi o que aconteceu com o influencer Juninho Espoliano, que vive em uma das cidades atingidas pelos temporais. Em uma série de vídeos publicados no seu Instagram, ele aparece pedindo ajuda para os moradores. Em um deles, após pedir doações, ele surge nadando e se divertindo na água da enchente. Nas redes sociais, muitos internautas criticaram a conduta do influencer e disseram que ele estava tirando sarro do sofrimento das famílias.

“Esse daí quer aparecer em qualquer custo”, disse uma internauta. “Que coisa triste! Tanta gente perdendo tudo e você brincando“, lamentou outra. “O bom que em meio ao caos, muitas máscaras caem, né? A vida é muito mas do que uma tela de celular“, criticou uma seguidora. “Pra ele deve tá bom né, não deve ter perdido nada, triste pra quem perdeu“, comentou outra.

Mas nem todo mundo viu a brincadeira de Juninho com maus olhos, no entanto. “Acho que em meio a tanto sofrimento foi a forma que ele achou para descontrair“, disse uma internauta no Instagram. “Não achei nada demais aí, ele é obrigado a chorar agora é?“, quis saber uma seguidora. “O cara fez um vídeo pedindo doações para ajudar as pessoas. Mostrou tudo de maneira séria. No final ele fez isso, fazendo o pessoal rir em meio a tristeza“, disse um internauta.

Continua após a publicidade

Diante de toda a polêmica, o influenciador Juninho Espoliano voltou ao Instagram e publicou uma resposta aos críticos. “É por esse motivo que eu nunca gostei de site de fofoca, site de fofoca só posta mentira e ganha dinheiro com a miséria dos outros“, disse. “Naquela hora que eu vim de lá nadando, o povo me esculhambou dizendo que eu estava zombando do povo, você que mora aqui, eu zombo do povo aqui?”, questionou um morador local. “Não“, respondeu.

Eu ajudo é o povo, meu amor. Vocês mexeu [sic] com a pessoa errada“, completou o influenciador, irritado. “Tem pessoas que ganha [sic] dinheiro com mentiras. Odeio blogue de fofoca, só sabem mentir, caluniar, ainda tem pessoas que acreditam em estas [sic] coisas“, escreveu o influenciador, que tem mais de um milhão de seguidores em seu perfil na plataforma. Juninho tem feito publicações mostrando a situação dos moradores e pedindo doações para as famílias locais.

Nesta segunda-feira (27), O governador da Bahia, Rui Costa (PT), classificou as cheias causadas pelas fortes chuvas que atingem o estado da Bahia neste mês de dezembro como a maior tragédia da história do estado. Os temporais e cheias deixaram 72 cidades em estado de emergência, com 18 pessoas mortas, centenas de feridas e mais de 35 mil desabrigados.

Em uma entrevista à Band, ele agradeceu a ajuda vinda de outros estados para os afetados pelas cheias. “Quero agradecer ao estado de São Paulo, ao estado de Minas Gerais, do Rio Grande do Norte, da Paraíba, de Sergipe, do Maranhão, do Ceará, que enviaram ajuda aqui para o nosso estado. E hoje devem chegar mais equipes e mais ajuda, porque a extensão territorial [afetada] é muito grande. É o maior desastre já ocorrido na história da Bahia, os bombeiros não têm registro de tragédia com esta dimensão”, disse.