Fechar
caso de polícia

Influencer se recusa a ter relações com homem e sofre agressão

Digital influencer relatou ter sido ignorada pela polícia após ser agredida

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

Famosa por mostrar sua rotina sem filtros e viagens pelo país, Acreana deixou os fãs preocupados ao surgir chorando e com o nariz machucado, em suas redes sociais. A digital influencer foi alvo de agressão física e tentativa de abuso sexual após se recusar a se relacionar sexualmente com um homem, em São Paulo.

Em estado de choque, a famosa que um dia já foi mais próxima da cantora Romagaga, relatou que procurou a polícia para denunciar a agressão e tentativa de abuso sexual, mas que teria sido ignorada pelos agentes que estavam de plantão. O agressor não ainda não foi identificado e não há informações se a polícia está apurando a ocorrência.

“Hoje passei por uma coisa aqui em São Paulo que nunca pensei que uma pessoa iria me obrigar a ficar com ele, não queria, começou a me puxar pelo braço. O homem da padaria me jogou fora da padaria, o cara começou a bater no meu rosto e defendi meu nariz, porque passei por rinoplastia. Foi desesperador, não desejo para ninguém”, contou a famosa, aos prantos.

Acreana disse ter pedido ajuda a um proprietário de uma padaria, mas que teria sido expulsa do local, onde acabou sendo agredida. “Eu nunca tinha passado por isso na minha vida, eu pedia socorro. Pedi ajuda [ali] naquela padaria e o homem preferiu me expulsar de lá, e me deixar apanhar na frente dele, do que me ajudar”.

Continua após a publicidade

“As pessoas aqui em São Paulo, são cada um por si. Eu nunca passei isso na minha vida! Ele deu murros no meu rosto, ele me puxou e falou ‘você vai ficar comigo, vou te levar pra minha casa’ e eu ‘não vou’. Eu pedi ajuda o homem da padaria e ele ‘não, não, sai daqui’. Ninguém fez nada. Quando eu saí, o homem começou a me esmurrar”, contou.

Acreana também relatou como foi recebida na delegacia ao tentar registrar Boletim de Ocorrência. “O policial não deu confiança, eu precisei usar o meu Instagram, infelizmente, pra mostrar que tenho influência. Eu não gosto de usar isso [pra obter privilégios], mas aí o policial já mudou comigo e começou a me tratar bem. Eu apanhei no centro de São Paulo e não desejo isso pra ninguém”, desabafou.

Após ter conseguido fugir do agressor e relatado a ocorrência para policia, a digital influencer relatou medo de perder a vida. “Eu tive medo dele me matar, eu entrei no desespero porque ele já tinha me agredido e ainda queria me levar pra casa dele”, disse. Acreana recebeu atendimento psicológico, além de ter sido medicada.

Tags Relacionadas: