Fechar
NAs redes sociais

Influenciadora Angélica Hofke desabafa sobre haters em sua rede social

A famosa virou alvo de críticas após fazer uma publicação dos seus acessórios de luxo

REDAÇÃO do EM OFF

Uma bolsa da grife italiana Bottega Veneta, à venda por cerca de R$ 10 mil reais, foi, digamos, a responsável pelas mensagens de ódio que a influenciadora digital e modelo Angélica Hofke recebeu dias atrás e que acabou virando destaque até em páginas de fofoca do Instagram, como o “Tricotei”.

Apesar disso, a criadora de conteúdo, que é mãe de três (sim, acredite se quiser!) e fala sobre maternidade, moda, beleza e lifestyle para os seus mais de 40 mil seguidores no Instagram, revelou não ter desanimado com a série de julgamentos feitos em sua página porque tem orgulho da sua história.

Em uma auto-observação, ela mesma já se perguntou se valia a pena postar determinadas coisas sob o risco de parecer insensível diante da crise econômica causada pela pandemia da Covid-19, mas que isso, felizmente ou infelizmente, faz parte da rotina de quem trabalha com poder de influência e publiposts.

Por último, impactada pela cultura do cancelamento, Angélica Hofke lembrou que tudo o que tem foi conquistado com muito trabalho, evidenciando que nem sempre teve condições de adquirir peças como essa. A modelo ainda fez a seguinte reflexão: “Há uma inabilidade de perceber que o outro é humano como você, muda de ideia como você, às vezes, erra e, às vezes, acerta como você”, ressaltando que essa atitude “não abre diálogo em nenhum momento”.

Continua após a publicidade