Fechar
DEFENDEU!

Ingrid Guimarães sai em defesa de Ivete Sangalo após críticas de Bolsonaro

A atriz defendeu Ivete Sangalo após provocação do presidente Jair Bolsonaro

Jean TellesRepórter do EM OFF

A atriz Ingrid Guimarães saiu em defesa de Ivete Sangalo após a cantora ter sido criticada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro após alta médica. O gestor federal deu uma entrevista coletiva na manhã dessa quarta-feira (5), para anunciar mudanças na Lei Rouanet e aproveitou para atacar artistas como, Ivete Sangalo e o ator José de Abreu:  

“Estamos mexendo na Lei Rouanet. Nós queremos a Lei Rouanet para atender aquele artista que está começando a carreira e não para figurões ou figuronas como a querida Ivete Sangalo”, começou dizendo Bolsonaro. “Ela está chateada, o José de Abreu está chateado, porque acabou aquela ‘teta’ deles gorda de pegar até R$ 10 milhões por ano da Lei Rouanet e defender o presidente de plantão. Eu não quero que me defenda, eu quero que fale a verdade a meu respeito”, declarou o político em coletiva de imprensa. 

José de Abreu, conhecido pelo seu perfil polêmico, não demorou para responder as provocações de Bolsonaro com uma série de xingamentos: “Ei, Bolsonaro, enfia a Rouanet no c#”, debochou o ator nas redes sociais dando ainda uma risada característica do Nilo, seu personagem que fez sucesso na novela das 21 “Avenida Brasil”. 

Após a repercussão das declarações de Bolsonaro reverberarem nas redes sociais, a atriz Ingrid Guimarães resolveu sair em defesa da cantora de axé: “Boçal! [sic] até parece que Ivete precisa de lei. Esse é o sonho dele: que a gente precise dele para alguma coisa”, detonou a humorista Luísa Sonza concordou com o argumento da atriz e também aproveitou para criticar Bolsonaro: “Nossa exatamente! Ridículo”, escreveu a cantora nas redes sociais. 

Continua após a publicidade

Entenda a polêmica

A cantora Ivete Sangalo incentivou o público que assistia seu show em Natal, no Rio Grande do Norte, no dia 29 de dezembro, a xingar o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL). Em determinado momento de sua apresentação musical, o público presente protestou contra o chefe do Executivo, gritando palavras de baixo calão contra o político: “Ei Bolsonaro, vai tomar no c#”.   

Ao perceber os xingamentos direcionados ao presidente, Ivete não se calou: “Tá baixinho”, começou dizendo a artista, incentivando ao público presente a gritar ainda mais alto. A “rainha do axé” chegou a dançar com os xingamentos direcionados à Bolsonaro e depois declarou: “Vai acabar escutando de tão alto que foi”. Após a declaração, a artista foi ovacionada pelos populares.   

O vídeo logo viralizou nas redes sociais e Ivete Sangalo acabou virando assunto entre os internautas: “A #IveteSangalo mandando o povo gritar mais alto enquanto o público manda o Bolsonaro tomar no c#”, escreveu um internauta no Twitter. “A Ivete Sangalo incentivando o público a gritar: “Ei Bolsonaro, vai tomar no c#”. Mexeu com a Bahia dela, a coisa fica doida”, apontou outro. “Ivete Sangalo debochando e apoiando amei !”, disse outro.