Fechar
SEGUNDO COLUNISTA!

Instas de fofocas são pagos para divulgarem famosos; saiba quais

Existe um máfia que domina a rede social e cobra valores astronômicos para divulgar famosos

Jean TellesRepórter do EM OFF

Você com certeza já deve ter visto, pelo menos uma vez, notícias de famosos sendo divulgadas por um perfil no Instagram focado em conteúdo de entretenimento não é mesmo? Acontece que a maioria desses perfis fazem parte de um grande cartel responsável por elevar ou até derrubar a carreira de um artista.

Segundo informações divulgadas pelo jornalista Leo Dias, do Metrópoles, nesse domingo (4), existe uma ‘máfia’ que domina a rede social e cobra valores astronômicos para divulgar famosos em algum de seus determinados perfis. O cartel pode chegar ao valor de R$ 200 mil.

Ainda de acordo com informações da publicação, em recente ocasião, uma atriz global procurou a rede de perfis de fofoca para divulgar que tinha trocado a coloração de seus cabelos. O orçamento para a divulgação da novidade ficou em torno de R$ 20 mil.

Quando o acordo acontece diretamente com a pessoa, os valores não costumam ser tão exorbitantes e ficam em torno de R$ 20 a R$ 50 mil. Agora quando esse acordo acontece com todas as marcas que fazem parte da organização, os valores sobem bastante, e podem chegar a R$ 200 mil.

Continua após a publicidade

Os artistas pop são os que mais usam do serviço de divulgação e dependendo da página de fofoca que o famoso fechar a parceria, ele pode ter um retorno gigante de seguidores em suas redes sociais. Gravadoras também costumam usar o serviço para divulgar as músicas novas de seus artistas.

O trabalho das páginas é fazer com que essa notícia pareça relevante e não uma publicidade. Então quando você perceber uma mesma notícia sendo repercutida por diversos perfis de fofoca, saiba que muito provavelmente aquele conteúdo foi pago para estar ali.

De acordo com Leo Dias, entre os perfis que fazem parte dessa rede estão: Tricotei, Central da Fama, Gossip do Dia, MigaSuaLoca, Subcelebrities, XuxaNaNave, Cutucadas, Babados, Rainha Matos, GarotxDoBlog, Alfinetei, Nazaré Amarga e Fofoquei.

O colunista do Metrópoles informou que tentou contato com Murilo Henare, que é o criador da Banca Digital, empresa que administra esses perfis, mas não obteve retorno.

Vele lembrar, que o colunista do EM OFF, o jornalista Erlan Bastos já havia adiantado a informação de um cartel de perfis de fofoca em 2019. Na ocasião, o apresentador divulgou com exclusividade no canal EM OFF, no Youtube, uma conversa entre a blogueira Rainha Matos e um perfil de fofoca.

Na conversa, ambos tramam um vazamento de audio contra a cantora Pabblo Vittar, na conversa são citados nomes de outras duas pessoas que não se sabia, ao certo se foram usadas pelo blogueira. Rainha Matos negou a informação na época, justificando que se tratava de uma montagem, mas seguidores apontaram erros nos aúdios.

O jornalista Erlan Bastos também divulgou com exlusividade uma planilha de pagamentos divulgadas, por descuido por uma blogueira. Na lista foram divulgados os perfis de fofoca que foram pagos para falar bem da influenciadora digital.

Os perfis citados na lista são: Alfinetei, Subcebreties, Rainha Matos, Babado dos Famosos, Gossip do Dia, Beyonce Destruidora, Fogo no Parquinho, Tretas das Blogueiras 2, Notícias Diárias e aprontei. Confira o vídeo abaixo: