Fechar
NO TWITTER

Ivete Sangalo diz que não gosta de ‘politicagem’ e é criticada por fãs

A cantora baiana disse que não gosta de "politicagem" e foi criticada por fãs, que alegaram que ela fica "em cima do muro"

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

A cantora Ivete Sangalo e o secretário de saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, bateram boca no Twitter na tarde deste domingo (28). A baiana rebateu críticas do político, que escreveu que a artista deveria se envolver mais em questões sociais. A cantora respondeu que não gosta de “politicagem” e foi criticada também por seguidores e fãs, que a acusaram de ficar “em cima do muro”.

Ivete, você deveria ser mais envolvida em questões sociais. O Brasil está a caminho do colapso na saúde, o que você fez para ajudar a evitar?“, cobrou o médico e secretário no Twitter. A mensagem, no entanto, foi apagada pouco tempo depois.

Na mesma rede social, Ivete rebateu a crítica. “Não o conheço. Me respeite!! O senhor definitivamente desconhece os meus feitos. Aplique as suas impressões a ações que são da sua responsabilidade“, escreveu a jurada do The Voice Brasil.

Em seguida, ela disse que “não gosta de politicagem”: “Não gosto de politicagem. Isso já está claro para todos que me acompanham. Cada um deve saber das suas responsabilidades. Portanto, me respeite quando for falar ao meu respeito. Não me faça ensinar o seu trabalho, pois não permitirei que faça o meu“, completou.

Críticas

A mensagem, porém, não caiu bem entre os fãs e seguidores da cantora. Logo, uma série de postagens em resposta à Ivete a chamavam de “isentona”. “Você, como uma formadora de opinião, deveria se posicionar politicamente, mas parece que tem medo de perder fãs. A pior posição é ficar em cima do muro“, disse o seguidor Carlos Pimenta.

Que tragédia, Ivete. Não se posicionar é se posicionar do lado errado“, lamentou a internauta Maria Ninguém. “Uma pessoa pública que se omite em um momento de genocídio da população é culpada também“, respondeu a deputada Adriana Accorsi, do PT de Goiás.

Muitos fãs, ainda, lembraram da participação de Ivete Sangalo do movimento Cansei, realizado no Brasil em 2007 e encabeçado por artistas contra o então presidente Luis Inácio Lula da Silva. Além de Ivete, nomes como João Dória, Regina Duarte e Hebe Camargo também participaram das manifestações.

Quem aproveitou a oportunidade para cutucar a artista foi a também cantora Daniela Mercury. Poucas horas depois da publicação de Ivete, Daniela escreveu em seu Twitter:

Há momentos em que ficar em silêncio é mentir. Pois o silêncio pode ser interpretado como aquiescência“, atribuindo o texto à Miguel de Unamuno, reitor da Universidade de Salamanca no início da Guera Espanhola.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo