Fechar
64 anos no total

João de Deus é condenado por violação sexual mediante fraude

Médium possui ao todo 64 anos de condenação, incluindo outros processos que já foram julgados

Aline TorresRepórter do EM OFF

João Teixeira de Faria, o João de Deus, foi condenado por violação sexual mediante fraude pelo Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), adicionando mais dois anos e seis meses de reclusão ao número total de todas as condenações do médium, resultando em 64 anos ao todo.

Segundo a coluna Universa, do UOL, a princípio dez vitimas denunciaram o religioso através do Ministério Público de Goiás, mas nove das ações foram negadas pela Justiça. Ainda cabe recurso da decisão protocolada pelo juiz Renato César Dorta Pinheiro.

Ele já havia sido condenado a três anos de reclusão por posse ilegal de arma de fogo e a 19 anos e quatro meses por violação sexual e estupro de vulnerável. O médium nega todas as acusações

O médium foi preso em dezembrode 2018 e permaneceu na penitenciária de Aparecida de Goiânia até março de 2020. Desde então, ele se encontra em prisão domiciliar em Anápolis, cidade a 55 km de Goiânia, devido à pandemia pelo Covid-19.

Continua após a publicidade

João de Deus ainda é réu em mais uma dezena de processos movidos contra ele, mas que ainda não foram julgados. Em nota, a defesa do médium afirmou que irá recorrer à decisão e que reforçará a inocência do cliente em questão devido à fragilidade das provas.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo