Fechar
COVID-19

Joaquim Lopes revela sofrimento em decorrência de doença

Por meio de suas redes sociais, o ator abriu o coração e, além de revelar que testou positivo, falou sobre os sintomas

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Em meio a alta no número de casos de Covid-19 em todo o país, Joaquim Lopes entrou para a estatística dos famosos infectados pelo vírus. Por meio de suas redes sociais, o ator fez um desabafo ao revelar que passou muito mal em decorrência dos sintomas da doença. O marido da cantora Marcella Fogaça disse definiu as dores no corpo como as piores já sentidas em toda a sua vida.

O ator começou brincando com o seu diagnóstico, tendo em vista que passou por toda a pandemia sem ser contaminado. Desta vez, devidamente vacinado, acabou sendo “premiado”: “Eu estou sumido daqui por motivos de Covid. Eu já estava quase mandando o meu material genético para a NASA, pois eu achei que eu não pegaria essa história. Enfim, foi a primeira vez que eu pego essa porr*”.

Embora tenha tido sintomas mais fortes nos primeiros dias da doença, Joaquim revelou não ter sentido falta de ar: “Agora eu estou bem, mas os dois primeiros dias foram horrorosos. Eu senti uma dor no corpo como nunca havia sentido em toda a minha vida. Além disso, eu senti muita dor de cabeça e mal-estar, fiquei muito ruim mesmo, mas sem falta de ar, graças a Deus”.

O ator aproveitou para mandar um recado ao seus quase dois milhões de seguidores no Instagram: “Todo mundo aqui em casa fez o teste e ninguém pegou, estão todos bem. Se cuidem, porque somente nessa semana que eu peguei, eu ouvi cerca de 25 pessoas próximas a mim pegando também… É muito importante também separar os talheres, copos e tudo mais que você estiver usando e encostando para que o resto da casa não correr perigo”.

Continua após a publicidade

Por fim, Joaquim Lopes tratou de tranquilizar seus fãs ao dizer que já não apresenta sintomas da doença, mas que continua em isolamento até que esteja completamente curado: “Mas, no geral, estou passando bem, eu consegui me isolar em um quarto aqui em casa. O oxímetro estava bom e não senti falta de ar. Eu senti mesmo é muitas dores na cabeça. As dores eram tantas, que eu sequer conseguia abrir os olhos”.