Fechar
PEDIU BOICOTE!

Jornalista da Globo desabafa após sofrer ataque homofóbico de empresário

O repórter da Globo Erick Rianelli e seu esposo Pedro Figueiredo foram vítimas de homofobia

Jean TellesRepórter do EM OFF

O jornalista da Globo Erick Rianelli usou as redes sociais na tarde dessa terça-feira (15), para desabafar após sofrer ataques homofóbicos de um empresário de Brasília, pelo simples fato de ter feito uma declaração de amor ao vivo para seu marido Pedro Figueiredo, que também é repórter na emissora.

“Recebi alguns relatos sobre um empresário de Brasília que reagiu com homofobia a um vídeo em que eu declarei amor ao meu marido. Agradeço por todas as mensagens de apoio! Sobre o empresário… Acho que nenhum LGBTQ+ do Distrito Federal vai comer mais nas lojas dele”, afirmou o repórter da Globo por meio de seu perfil no Twitter.

A declaração que foi alvo de preconceito foi feita no Dia dos Namorados do ano passado, mas o vídeo voltou a circular em um grupo de mensagens no qual fazem parte empresários de Brasília. O dono de uma rede de lanchonetes chamado Alexandre Geleia se incomodou com a declaração de amor do casal de jornalistas.

“Falo o que penso e o que eu acho. Se ficou incomodado, me desculpe, garoto. Só acho que não precisa e não é necessário passar em TV aberta, em jornal esse tipo de coisa. É a minha opinião e não vou mudar por ser uma figura pública”, disse o empresário em um dos áudios enviados no grupo.

Continua após a publicidade

Áudios esses que vazaram e viralizaram até chegarem ao conhecimento do jornalista da Globo. Que fez questão de repudiar o comentário homofóbico de Geleia e incentivar que o público LGBTQI+ não consuma mais nenhum produto na rede de lanchonetes do empresário.