Fechar
TEM LADO?

Juliana Paes participou de protestos contra Dilma Rousseff

Apesar de dizer que tem o direito de não escolher um "lado político", atriz protestou contra Dilma em 2016

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

A atriz Juliana Paes foi alvo de criticas nas redes sociais após defender a médica negacionista Nise Yamaguchi, ouvida pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid instaurada no Senado. Ela também usou o Instagram para rebater ofensas, afirmou que foi “agredida” e garantiu que não é “bolsominion”, ou seja, apoiadora do atual governo.

Na publicação, Juliana Paes diz que tem o direito de “não militar” e de não escolher um “lado político”. “Eu não admito ser colocada em nenhum desses dois polos. Não quero contribuir para essa polarização doentia“, disse, ressaltando que refuta “delírios comunistas da extrema-esquerda”.

A internet, no entanto, não perdoou a artista global e fez questão de relembrar que a protagonista de novelas como “A Força do Querer” e “A Dona do Pedaço” participou de protestos realizados no Brasil contra a então presidente Dilma Rousseff, em 2016. Ela fortaleceu a manifestação ao comparecer junto a um grupo de amigos.

A atriz fez questão de destacar em sua foto no Instagram que estava participando da manifestação. “Nós viemos!”, disse, na ocasião, segundo o site EGO. Ela não foi a única. Diversos outros aristas também participaram do protesto, como Márcio Garcia, Marcelo Serrado, Viviane Araújo, Suzana Vieira, Malvino Salvador e Juliana Knust.

Continua após a publicidade

Em 2019, ela deu uma entrevista ao jornal O Globo e explicou porque não compareceu ao movimento “Ele Não”, manifestação liderada por mulheres como forma de rejeição à candidatura de Bolsonaro. “Não considero ético pegar meus 19 milhões de seguidores no Instagram para opinar sobre um tema que não domino. Prefiro me abster. Achar que as pessoas precisam saber o que você pensa é o ego falando mais alto“.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo