ABRIU O JOGO!

Juliano Cazarré se pronuncia sobre guerra política entre atores da Globo

Intérprete de Alcides na novela "Pantanal", abriu o jogo e falou sobre divergências políticas com atores da Globo

Jean Telles
Repórter do EM OFF

O ator Juliano Cazarré falou em suas redes sociais nessa quarta-feira (6), sobre um assunto que desperta curiosidades de boa parte de seus seguidores, seu posicionamento político. Por meio de uma caixinha de perguntas compartilhada em seu perfil no Instagram, o intérprete de Alcides de “Pantanal”, respondeu como é trabalhar na Rede Globo, mesmo não tendo um direcionamento político de esquerda. 

Como é sabido, boa parte dos atores que fazem parte do casting da emissora dos Marinho, tem um posicionamento político voltado para as pautas de esquerda. E por mais que não tenha manifestado sua posição favorável publicamente ao governo de Jair Bolsonaro, Cazarré já demonstrou ter um comportamento condescendente com eleitores do chefe do Executivo. 

Diante disso, um de seus seguidores quis saber: “Como é trabalhar na Globo não tendo um viés ideológico esquerdista”. Em resposta, Juliano Cazarré explicou que conversas políticas não estão sempre em pauta entre os profissionais da Rede Globo. O ator ainda fez questão de destacar, que existe “muita gente legal por lá”

“Pessoas legais não conversam de política o tempo todo. Tem muita gente legal por lá. A batalha de uma pessoa saudável não é a luta política, é dar um sentido maior para a sua vida”, escreveu o artista em seu perfil no Instagram. Vale lembrar, que durante o ápice da pandemia do Coronavírus, Juliano Cazarré demonstrou resistência a aplicação da vacina contra a doença. 

Em julho de 2021, surgiram boatos nas redes sociais, que davam conta de que o ator poderia ter deixado o elenco da atual novela das 21h da Rede Globo, devido a sua possível recusa de tomar o imunizante. Após a repercussão, Cazarré veio a público explicar que havia consultado a alta cúpula da Rede Globo, para confirmar se era realmente necessário tomar o imunizante já que, segundo sua avaliação, havia “adquirido imunidade”, após ter se recuperado da doença. 

Logo em seguida, o ator revelou que conversou com um médico e decidiu se vacinar: “assumindo os mesmos riscos que todos os outros vacinados”. É sabido que a Rede Globo exige que todo seu quadro de funcionários esteja com seu calendário vacinal em dia, com pelo menos três doses da vacina da Covid-19.