Fechar
EMOÇÃO

Juliette Freire chora ao falar sobre vida artística: ‘Angustiante’

No último episódio do documentário "Você Nunca Esteve Sozinha", ex-sister falou sobre o peso da fama

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

Enquanto muitas pessoas seguem interessadas em entrar na próxima edição do Big Brother Brasil, que estreia em janeiro de 2022 na Globo, a vencedora da edição deste ano do reality, Juliette Freire, desabafou e afirmou que nem tudo são flores após a fama. Num relato emocionado, a advogada paraibana disse que a vida artística pode ser angustiante.

O depoimento de Juliette Freire pode ser assistido no último episódio do documentário “Você Nunca Esteve Sozinha”, disponível no streaming Globoplay. Na fala, a advogada e maquiadora que conquistou o Brasil afirmou que já não consegue mais ser a pessoa que era antes da fama e que isso a deixa angustiada. “Pedacinhos são tirados de mim“, disse.

Juliette deixa claro que está feliz com sua vida atual, mas que acaba perdendo um pouco de si. “Fico com medo de falar a parecer que não estou feliz, que não estou satisfeita. Estou muito feliz e satisfeita. Sou capaz de passar tudo isso de novo para ver o que está acontecendo de positivo na vida de todo mundo, das pessoas sendo respeitadas. Mas eu sei que para isso perco um pouco de mim“, apontou.

Não consigo ser amiga como eu era antes, não consigo ser filha como eu era antes. Não consigo ser irmã como eu era… Não consigo ser muita coisa que eu era antes. É um pouco angustiante“, ressaltou a famosa, que segue sendo um verdadeiro fenômeno nas redes sociais. Só no Instagram, Juliette já tem quase 32 milhões de seguidores.

Continua após a publicidade

Tem uma equipe de muitas pessoas, e cada uma vai cobrar porque é o trabalho dela. O fotógrafo vai cobrar a foto legal, o vídeo vai cobrar um vídeo legal, o documentário vai cobrar um horário legal, a música, uma publicidade. Todo mundo tem o seu pedacinho [de mim]. Mas todos esses pedacinhos são tirados de mim. Esse é o peso de uma vida artística“, explicou a advogada.

Após o desabafo da advogada, muitos fãs usaram as redes sociais para demonstrar apoio à vencedora do BBB21. “Tudo que eu sempre pensei sobre a fama e nunca vi alguém ter peito de contar. Corajosa e verdadeira“, disse a seguidora Maria Joana Aggio. “Uma pessoa genuína como Juliette não tem como lidar com isso e não fazer esse tipo de análise, logo tudo se ajeita“, confortou a fã Julia Rebello.

Ontem (26), Juliette foi alvo de comentários polêmicos do delegado da Polícia Civil de São Paulo e influenciador Carlos Alberto da Cunha, conhecido como Delegado Da Cunha. Em entrevista ao humorista Maurício Meirelles para o programa “Foi Mau”, da RedeTV!, ele falou sobre o sucesso da ex-sister e que ela é apenas um estereótipo.

Ela é o padrão de ser humano que as pessoas acham legal. Mas o valor dela é não ter nada de extraordinário“, afirmou o delegado sobre a vencedora do BBB21. Na entrevista, que vai ao ar nesta segunda-feira (26), Da Cunha comentou que a paraibana é um estereótipo do que o brasileiro quer ver. “Uma menina normal, que por ser normal e educada é o máximo, mas na verdade ela é só uma pessoa normal“, finalizou.

Assista:

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo