Fechar
Vai curtir no deserto

Juliette Freire confirma presença no festival Coachella

Juliette Freire informou os seguidores que estará presente no festival de música Coachella que ocorrerá nesse mês na Califórnia

Aline TorresRepórter do EM OFF

Juliette Freire virou uma famosa cantora e agora está fazendo seus primeiros shows da carreira. A agora artista está aproveitando a fama conquistada com a participação no “Big Brother Brasil 21“. A paraibana, também buscar curtir os momentos de lazer que consegue ter além do trabalho. Dessa vez, a grande vencedora do “BBB21” irá acompanhar ao shows do festival de música, Coachella.

O festival começa no dia 15 e termina 24 de abril. A festa acontecerá na Califórnia, nos Estados Unidos e alguns artistas brasileiros marcarão presença no palco como Anitta (uma das melhores amigaa de Juliette) e Pabllo Vittar. O evento é conhecido por acontecer em um deserto com pouco ou nenhuma estrutura de cidade próxima ao local.

Na publicação, Juliette confirma presença no local: “E deixa eu contarrr… vou pro Coachella!! Curtir os shows, passear, fazer um monte de coisas… vai ser massa! Tô animadaaa!!”, disse a cantora feliz da vida com a possibilidade de curtir o festival. Ela ainda afirmou que vai tentar falar em inglês: “Vou botar meu inglês pra jogo, vcs me aguardemmm!”, completou.

Juliette está na estrada fazendo a turnê “Caminho” em algumas cidades do Brasil. A nova cantora brasileira já passou pelo Rio de Janeiro, onde fez o primeiro show que contou com a casa cheia e foi um completo sucesso. O último aconteceu em sua terra natal, João Pessoa na Paraíba. Ainda acontecerão mais dois shows, um em Vitória/ES e outro em São Paulo/SP.

Continua após a publicidade

Aneurisma cerebral

Juliette participou recentemente do programa “Conversa com Bial” e lá ela contou alguns detalhes que nunca divulgara na mídia antes e se emocionou com a própria história. Um dos casos que contou de si mesma foi sobre um problema de saúde que assustou a advogada, seus amigos e familiares: um aneurisma cerebral.

Ela contou para Pedro Bial o susto que passou ao receber o diagnóstico depois de fazer exames de rotina para um check-up. A maquiadora afirmou que não quis contar para a mãe para que a matriarca não ficasse preocupada. Ela ainda lembrou quando os médicos falaram que o problema surgiu no mesmo lugar que o da irmã dela, que acabou falecendo há alguns anos:

“Não falei [para a mãe] porque não estava preparada para isso. Precisava me curar antes de me abrir. Minha mãe, além do AVC, tinha um buraquinho no coração, um forame, que era um dos meus propósitos de ganhar o Big Brother. E ela foi fazer essa cirurgia em São Paulo. Quando cheguei lá – eu já tinha feito outros exames no cérebro e não tinha dado nada – mas a doutora disse: ‘Vamos fazer um check-up. E eu falei não”, começou Juliette.

“No fundo, tinha medo de fazer de novo porque tinha a sensação de que podia ser. Aí minha mãe fez a cirurgia, ficou super bem e quando ela saiu do quarto eu fui fazer meus exames. Passei uma hora dentro da máquina, recebendo contraste na veia, e na minha cabeça: ‘Sei que chegou a hora e vou saber que tenho um aneurisma, era uma certeza no meu coração que não sabia de onde vinha”, disse ainda.

“Quando saio, a médica já tinha reunido uma equipe de neurologistas e disse: ‘Você tem um aneurisma exatamente no mesmo lugar que sua irmã tinha, e pelo seu histórico a gente quer investigar para saber o melhor procedimento. É pequeno, mas é numa das principais artérias. Eu tinha certeza de que minha missão tinha sido cumprida, que o propósito era esse”, contou já emocionada.

“Foi em agosto. Quando lancei meu EP, todo mundo festejando e eu engolindo a dor de saber que tinha o mesmo problema que minha mãe e minha irmã”, disse chorando e acabou fazendo com que Bial se emocionasse com o depoimento tocante. Em seguida ela explicou que não estava sendo fácil lidar com a notícia e as recentes conquistas da carreira:

“As pessoas me pediam sorriso, foto, alegria, pediam que eu mostrasse minha vida, tudo… E eu não tinha nada. Só medo e aceitação. E ficava pensando que ninguém imagina o que o outro passa. Enquanto as pessoas estavam pensando no futuro, eu nem sabia se ia ter. E passei três meses sem querer saber disso, fingindo que nem tinha acontecido, que eu estava bem e que não tinha aneurisma”, afirmou a ex-sister.