POLÊMICA!

Laura Neiva é criticada por usar coleira com nome de Chay Suede

Atriz se inspirou em Luma de Oliveira ao homenagear marido e acabou recebendo críticas

Jean Telles
Repórter do EM OFF

A atriz Laura Neiva causou nas redes sociais na noite da última quinta-feira (30), após compartilhar com seus seguidores, um presente especial que havia preparado para seu marido, o também ator Chay Suede, no dia em que completou 30 anos. A famosa usou uma coleira em seu pescoço, com o nome de seu amado escrito com pedras de brilhantes. Nas redes sociais, alguns internautas criticaram Laura Neiva. 

Isso porque, a modelo Luma de Oliveira já havia tido a mesma ideia há mais de 20 anos, quando desfilou no Carnaval de 1998, com o mesmo acessório em seu pescoço contendo o nome do empresário Eike Batista, seu então marido, na época. Nas redes sociais alguns internautas apontaram falta de originalidade na homenagem da atriz e acusaram Laura Neiva de querer “aparecer”, com seu colar excêntrico

“Que falta de criatividade! E falta de amor próprio”, detonou um internauta nos comentário de uma matéria jornalística que repercutia o fato no Twitter. “Querendo um minuto de fama”, acreditou outro. “Isso foi notícia há 20 anos. Tá querendo ibope essa xarope”, reclamou outro internauta nas redes sociais. Ao se depararem com as críticas, muitos internautas enalteceram atitude de Laura Neiva com muito bom humor, declarando que fariam o mesmo, caso fossem casadas com o ator Chay Suede. 

“Pessoal problematizando a “coleira” da Laura Neiva. Qual o problema da mulher fazer uma surpresinha para o marido no dia do aniversário dele? Povo chato, frustrado! Ah, o marido é o Chay Suede”, destacou uma internauta. “Povo criticando a Laura Neiva por usar um colar com o nome do Chay minha única crítica a essa situação é que eu não sou ela isso sim”, brincou outro. “Se você julga Laura Neiva por usar uma chocker * com o nome do marido gostoso dela, você tem sérios problemas e não está sabendo amar o suficiente. Eu também usaria!” defendeu uma internauta.