Fechar
Treta

Léo Santana é condenado e terá de indenizar fãs após briga

Após atraso em show, Léo Santana foi hostilizado pelo público e chamou fã para a briga em cima do palco

Augusto ViannaRepórter do EM OFF

O cantor Léo Santana foi condenado pelo Distrito Federal a indenizar um casal de fãs com o valor de R$ 35 mil reais, por danos morais. Tudo ocorreu em janeiro de 2018, na cidade de Guarapari, no Espírito Santo. O casal foi agredido por seguranças particulares de Léo Santana por protestar contra o atraso de Léo. A apresentação estava marcada para às 22h, porém, o famoso só subiu ao palco às 6h do dia seguinte. 

A informação é do portal UOL, que teve acesso a decisão judicial. Na época, vídeos que mostravam os fãs revoltados com o atraso do cantor viralizaram. Em um deles, o cantor interrompe o show irritado e grita com alguém da plateia: “Me respeita, vagabundo. Vem aqui em cima falar”. Esse alguém, no entanto, chama-se Maurício Camargo Alves, e na ocasião, aceitou provocação e subiu ao palco. 

Ao ir na direção de Léo Santana para brigar, porém, ele foi contido pelos seguranças com golpes e socos dos funcionários do cantor e da casa de eventos Arena Pedreira. A companheira de Maurício, Marina de Sena Silveira, tentou amenizar a situação e foi socorrer o marido, mas acabou sendo recebida de forma bruta pela equipe e foi retirada do palco com puxões de cabelo e no braço.  Ela também é autora do processo contra Léo.

O caso foi apreciado pelo juiz Giordano Resende Costa, que analisou a situação de acordo com o código de defesa do consumidor e entendeu que os organizadores do evento devem ser responsáveis pelos seguranças. O juiz ainda reconheceu que houve prejuízos por danos morais e considerou que “ao invés de apaziguar os ânimos para que o serviço fosse prestado da melhor forma aos seus consumidores, instigou a violência  expôs o autor para todo o público ali presente”.

Continua após a publicidade

O cantor Léo Santana, condenado pelo ocorrido, também teve sua empresa Rebolation Produções condenada pela Justiça, além dos outros organizadores do show na cidade Pedreira: Reciclagem Sustentável LTDA e Fatto Entretenimento. Léo Santana entrou com pedido de apelação para segunda instância em agosto. Ao portal EM OFF, assessoria do marido do Lorena Improta enviou a seguinte nota:

“O cantor Leo Santana apelou parcialmente da sentença que foi majoritariamente a seu favor, alguns pontos em que não concordou pediu que fosse reformada a decisão para que seja unicamente favorável a ele.Na segurança do artista Léo Santana, existe apenas 01 profissional  altamente especializada que é um Capitão reformado do Batalhão de Choque da Polícia Militar da Bahia.”

O serviço de segurança pública já trabalha com artistas a muitos anos e tem total experiência e capacitação em lidar com o público e fãs, uma das coisas que Léo mais preza e tem como base em sua carreira, não só como artista, mais também como pessoa, é com o trato com o público em geral, todos da equipe, em especial a segurança são orientados para dar um tratamento de qualidade e íntegro respeitando os limites e emoções de seus fãs e admiradores”. finaliza a nota.

Se posicionou

Na época, um áudio de Léo Santana acabou vazando nas redes sociais. Nele, o artista explicou o que o motivou a chamar o homem para brigar em cima do palco. “Chegamos atrasados no evento, muito atrasados. Mas aí não dá cabimento de o cara desrespeitar a gente. Na abertura do show, na introdução, Silvinho, o produtor técnico, me falando que esse filho da p* tava o tempo todo dando o dedo e mandando a gente se f*”, disse ele em um dos trechos. 

Sobre ter chamado o fã para a briga, ele usou a justificativa: “Parei a música e não aguentei. Apesar de ser artista, a gente é homem e o sangue corre na veia. Então, tem que ter respeito com o outro. Aí mandei ele vir para o palco, e ele veio”, finalizou. Ele também gravou um vídeo para as redes sociais no qual dizia: “Eu vim aqui esclacerer sobre o ocorrido em Guarapari, em que chegamos atrasados. Quero deixar claro que isso não ocorreu por vontade própria e foi por conta de uma pequeno erro de logística. Quem trabalha neste ramo sabe do que estou falando“, começou ele.

Mas para resumir, quero pedir desculpas a todos que queremos nos prestigiar e agradecer aos que esperaram e pedir perdão aos que não conseguiram ficar. Realmente, o atraso foi um pouco exagerado e eu tinha que vir falar com vocês e pedir desculpas sobre isso“, continuou.

Sobre a atitude que teve com Maurício, ele finaliza: “Quero me desculpar sobre o meu modo de agir perante ao rapaz que me faltou ao respeito com gestos obscenos. Tentei levar o show, e poderia contornar a situação de uma forma mais suave, mas ele insistiu em me faltar com respeito. Eu sou homem, independente de ser artista eu sou ser humano. Posso ter agido de forma errada. Peço mil desculpas. Não é de mim agir desta forma, eu sou muito tranquilo, mas aconteceu“, finalizou Léo Santana.

Tags Relacionadas: