Fechar
Feminismo

Luana Piovani não supera eliminação de Jade Picon e diz que foi machismo

Luana Piovani não conseguiu superar a derrota de Jade Picon no sétimo paredão do BBB22 e culpou o patriarcado

Aline TorresRepórter do EM OFF

Luana Piovani não desistiu de comentar sobre a saída de Jade Picon no último paredão do “Big Brother Brasil 22”. Após a discussão com Maíra Cardi, a apresentadora decidiu se posicionar mais uma vez, mas não em um embate com a coach alimentar, mas sim, falando sobre um suposto machismo utilizando como referência a escritora Iara De Dupont, que cria textos e crônicas feministas, e publica nas redes sociais.

Nessa sexta-feira (11), Luana tirou alguns prints de publicações da escritora e compartilhou com os seus seguidores do Instagram. Desde que começou a confusão com Maíra, Luana ganhou cerca de um milhão de seguidores na rede social. Em um primeiro momento, a atriz escreve um texto falando sobre homens que acreditam que as mulheres são um centro de reabilitação:

“Por que será que homem tem a ‘tendência’de achar que mulher é centro de reabilitação? Vai ver é porque assim permitimos. Que tal sair da caixinha e pensar sem ser rebanho um pouco?”, começou a artista que logo em seguida publicou um print do perfil de Iara De Dupont e escreveu em letras garrafais: “Taqui a dica”, avisou Luana.

Em seguida, ela publicou mais três prints de três publicações da autora sobre o “BBB22”, a participação de Arthur Aguiar e saída de Jade ser motivada pelo machismo na sociedade. Em cada post Luana escreveu: “Leiam por favor. Reflitam. Sai da caixa! Larga o rebanho!!”, disse a atriz na intenção que seus seguidores busquem o assunto.

Continua após a publicidade

Em um dos textos publicados pela escritora, ela escreve sobre as atitudes de Arthur Aguiar não serem questionadas, mas as de Jade sim, tanto que foi a última eliminada do reality: “Ah, mas Jade foi soberba. E o Arthur, na sua manipulação não é? Qual é a posição das mulheres dentro daquela casa? As três mulheres negras navegam no isolamento, sempre estão em algum paredão. Ontem Natália quase teve que subir na mesa para ser ouvida”, escreveu a autora.

“Os homens não a deixavam falar e no fim disseram que “ela viaja”.
Quem mulher nunca passou por isso? A presença de Gustavo e Arthur é patriarcal e impositiva, tão forte que anula os outros participantes, que se encolhem na sua insignificância, como Lucas e Eliezer”
, continuou Iara em um dos trechos de um texto publicado nas redes sociais.

Após mostrar as publicações de Iara, Luana comentou mais uma vez sobre o feminismo e papel do patriarcado na sociedade atual: “Não adianta nada dizer que me admira, que me acha foda se na hora da lição, na hora de subir um degrau, vocês se apegam ao antigo, ao obviamente, socado na nossa cabeça, patriarcado sujo”, disse a mãe dos três filhos de Pedro Scooby.

Em seguida, a artista afirma que se os novos seguidores que ela ganhou forem tapados, que ela prefere a quantidade de antes: “Eu confio em vocês, meus seguidores pensantes e sensatos. Esse milhão de seguidor que ganhei a mais não me interessa se for pra ser tapado. Prefiro meus 3 milhões pensantes”, completou Luana.

Algumas horas depois do desabafo feminista, Luana publicou uma foto em que ela está com um cigarro suspeito na mão ao lado de um remédio que diz na caixa ser para insônia e ansiedade. Ela escreveu na imagem: “Seguindo na raça”, finalizou a atriz que ainda não aceitou a derrota de Jade Picon para Arthur Aguiar e Jessilane no sétimo paredão do “BBB22”.