Fechar
Parceria

Lucas Lucco teria ‘usado’ Pabllo Vittar para acabar com o preconceito

O cantor relembrou que recebeu críticas por ter feito o feat com a cantora

Nayara VieiraRepórter do EM OFF

Em entrevista exclusiva com Leo Dias, para o portal Metrópoles, Lucas Lucco falou sobre sua carreira de ator e cantor. Além disso, ele lembrou da repercussão que recebeu por ter gravado a música com clipe de “Paraíso” em um feat com Pabllo Vittar. Na época, ele recebeu elogios dos fãs da cantora, mas por outros lado, foi bastante hateado pelo público sertanejo, que segundo ele, é “conservador”.

“Essa minha vontade de colaborar com outros gêneros, com outro estilos deu essa variação muto grande de público.O homossexual, até trás mesmo frequentavam mais os meus shows porque de aguma forma se sentiam mais bem recebidos”, disse Lucas Lucco. “Isso mostra que você é uma pessoa desprovida de preconceitos”, concordou Leo Dias.

Para o artista, ele contribuiu de alguma maneira contra a homofobia e preconceito. “As pessoas se sentem abraçadas e isso é papel do artista. Gravar com a Pablo me deu essa oportunidade. Na época, o público sertanejo que é mais conservador achou que eu tivesse acabado com a carreira. Mas, por outro lado pensei: daqui a cinquenta anos vou ter contribuído pelo menos um pouquinho para diminuir o preconceito e eu faria de novo”, disse.

“Foi algo que causou muita comoção [positiva e negativa] na época. Principalmente o público sertanejo que é mais conservador. A galera fala ‘o cara acabou com a carreira’… Daqui a cinquenta anos eu vou ter contribuído para esse preconceito diminuir mais e mais. Eu fiz o papel que eu acho que eu tenho que fazer, como contribuir pra coisas importantes para nossa sociedade. Coisas que significam além da música”, acrescentou o sertanejo.

Continua após a publicidade

Lucco também disse que essa parceria com a drag queen pode ter contribuído para a mudança de pensamento do seu público. “O cara que me escuta desde sempre, ele pode até criticar [por gravar com a Pabllo], mas eu sei que no fundo aquele cara que é ‘heterozão’, ele vai pensar ‘nossa é massa a música’. Isso acho que vai alterar a percepção das pessoas. Querendo ou não eu acho que estou contribuindo para essa mudança”, completou.

Durante a entrevista, o artista ainda lembrou o começo da carreira e o momento em que estava com excesso de trabalho. “Eu tenho uma tendência a acumular muitas tarefas. E quando você é assim, você acaba não fazendo nada direito, fica tudo pelas metades. Isso aconteceu comigo em todo esse início da minha carreira. Não de forma negativa”, pontuou.

“Por exemplo, eu estava fazendo muitos shows em 2016 e eu estava em Malhação, aí fiquei um ano. Era muito difícil fazer os shows, gravar e depois eu passei pra novela das seis. Pode ser que se eu não tivesse realizado esse sonho de fazer televisão naquele momento eu teria consolidado mais minha carreira musical”, destacou. Todavia, com o tempo, ele disse ter amadurecido: “Comecei a ter mais foco e escolher melhor o que trago para minha vida profissionalmente”

“Hoje eu estou nesse momento de recuperar esse buraco musical que ficou. Hoje eu sinto a presença desse desfalque que aconteceu na música e estou conseguindo repor essa continuidade”. Com o período de pandemia, Lucas Lucco disse ter se conectado mais com a música e com ele mesmo. “Consegui me conectar com compositores por vídeos e a gente começou a compor por vídeo”, revelou ele, que realizou várias parcerias recentemente, incluindo a dupla Guilherme e Benuto e o MC Don Juan.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff