Fechar
Processo de 2016

Ludmila lamenta derrota em processo: ‘Racismo não é liberdade de expressão’

"Eu tenho visibilidade, tenho provas e ainda assim tô passando por isso", lamentou a funkeira, por meio de nota divulgada à imprensa

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

A cantora Ludmilla lamentou nesta sexta-feira (26) a derrota que sofreu em um processo movido contra a empresária Val Marchiori, em 2016. Na época, a funkeira se sentiu ofendida após a socialite dizer que o cabelo dela parecia “um Bombril” durante um desfile de carnaval. “Não vou desistir“, disse a funkeira, por meio de nota.

Nem é só por mim. Eu tenho visibilidade, tenho provas e ainda assim tô passando por isso. Imagina quem é anônimo? Não posso e não podemos desistir”, ressaltou a cantora, em texto divulgado à imprensa pela sua assessoria de imprensa.

A artista reforçou que sua assessoria jurídica está analisando a decisão para eventual recurso. “É lamentável, ainda, que a ré comemore uma vitória sobre o preconceito como vem fazendo em suas redes sociais. É lamentável que a branquitude celebre o o horror que é o racismo. Esta decisão mostra o quão difícil é lutar contra o racismo que atinge todas as estruturas do país“, ressalta a nota.

A cantora também falou sobre o assunto em suas redes sociais. “Racismo não é liberdade de expressão“, escreveu em seu Twitter. “Vocês percebem agora que não é fácil como parece? Essa não é a primeira, segunda ou terceira denúncia que eu faço. Eu também não sou a primeira a passar por isso e infelizmente não sou a única. Eu não me faço de vítima não. Eu sou! Tá provado“, completou.

O EM OFF divulgou ontem (25), com exclusividade, a decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro em acatar um recurso da socialite Val Marchiori.

Em fevereiro de 2016, a funkeira participou do desfile das escolas de samba do grupo especial do Rio de Janeiro pela Acadêmicos do Salgueiro e foi entrevistada por um repórter da Rede TV que estava na Sapucaí. Na época, Val era apresentadora na emissora e, após a aparição de Ludmilla, teria dito que “a fantasia está bonita, a maquiagem… Agora, o cabelo… Hello! Esse cabelo dela está parecendo um Bombril”.

O Tribunal acatou o recurso da defesa da empresária observando a liberdade de informação, vedação de censura e a livre manifestação de pensamento. O que decidisse diferente disso, completou, seria restringir a manifestação social, artística e cultural.

A frase que ofendeu Ludmilla foi dita por Val durante o programa Bastidores do Carnaval. O trecho pode ser visto abaixo: