Fechar
Treta política

Ludmilla e deputado brigam por causa de personagem: ‘Tá chapada’

Ludmilla e deputado estadual Filippe Poubel trocaram farpas na internet após a divulgação de personagem policial interpretado pela cantora

Aline TorresRepórter do EM OFF

Ludmilla está envolta em mais uma polêmica, dessa vez com o deputado bolsonarista Filippe Poubel. A cantora decidiu rebater um comentário que o político fez no Twitter sobre a Lud interpretar uma policial em seriado da Globo. Depois da resposta da artista, o deputado retrucou mais uma vez, recebendo criticas de fãs de Ludmilla. Na primeira publicação o político escreveu:

“Urgente! Ludmilla com a farda da PM? Cláudio Castro pelo amor de Deus, não podemos permitir essa afronta a honra da Polícia Militar do RJ. Essa Sra faz apologia à maconha, carro chefe das fações criminosas que aterrorizam o Estado e que são responsáveis pelas mortes de centenas de colegas Policiais que perderam a sua vida em combate. Compartilhem”, afirmou Poubel.

Ludmilla não se segurou e resolveu responder as palavras do político também no Twitter: “Olha o caos que a gente tá vivendo? Ao invés de estarem aprovando leis, atrás de melhoria pra população, estão preocupados com a personagem que vou interpretar. Galera, vamos escolher melhor os nossos representantes, olha as prioridades que eles têm. Que vergonha senhor!”, disse a artista.

Não satisfeito com o posicionamento da cantora, o deputado resolveu se pronuncia mais uma vez: “Não estou preocupado com seu personagem, mas com a inversão de valores no nosso Estado, principalmente com a maconha que você usa e faz apologia, por causa dela que centenas de PMs e cidadãos de bem morrem todos os dias. Entendeu ou está chapada demais para notar a diferença?”, respondeu.

Continua após a publicidade

Apoiador convicto do presidente Jair Messias Bolsonaro, Filippe Poubel não atacou apenas Ludmilla. Anitta também foi alvo de ofensas do político após a cantora se posicionar no Twitter contra bolsonaristas. O deputado fez duas postagens para falar da funkeira, lhe chamando de Anitta Rousseff, em referência a ex-presidente Dilma Rousseff. Poubel até utilizou uma arte em que mescla a o rosto da cantora com os cabelos da política.

“Falar mal do governo Bolsonaro e abrir suas menções no twitter é tipo entrar na sala do 5° ano no colégio e dizer que não vai ter ponto facultativo no feriado… os revoltados xingando o inspetor que deu a notícia: ‘seu arrombado’, ‘vai lá ô corno’, ‘já é cuzao’, ‘flw otario”, disse a cantora na primeira publicação sobre o assunto.

“Bem aquele video do @FabioPorchat ensinando como discutir com bolsanarista. Tem que ser debate vazio… dos bem toscos tipo… ‘falou seu brocha’, ‘ja é, pau pequeno’… que loucura. Uma galera que se diz superior em nível de formação. Confuso”, concluiu Anitta, que de pronto, recebeu um comentário do deputado estadual:

“Falou a especialista em economia, biodiversidade ambiental, PHD em sociologia, mas que nas horas vagas, somente nas horas vagas, gosta de tatuar o cú e postar o vídeo nas redes sociais! #Anittaanta #AnittaRousseff”, retrucou o político bolsonarista que fez uma nova postagem sobre o assunto em seu perfil do Twitter:

“Ela diz que nós, bolsonaristas, temos discurso vazio. Logo a @Anitta, perita em biodiversidade, mestre em economia, que confunde “cacique com cacife”, que se acha a “última gota do pacote”, e que nas horas vagas gosta de tatuar o cú e postar o vídeo na Internet. #anittarousseff”, escreveu ainda o deputado bolsonarista usando uma montagem com o rosto de Anitta.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff