Fechar
Rainha da Favela

Ludmilla rebate comentário sobre polêmica com Multishow

A cantora Ludmilla rebateu acusações de que estaria usando polêmica com o Prêmio Multishow para se promover: “jamais brincaria com um assunto tão sério”.

Augusto ViannaRepórter do EM OFF

O fato da cantora Ludmilla recusar se apresentar na próxima edição do “Prêmio Multishow” ainda gera burburinhos. A dona dos hits “Rainha da Favela” e “Verdinha” não estará no palco da premiação por não ter sido indicada as categorias Cantora do Ano, Música do Ano e Performance do Ano. Ela foi indicada apenas a uma categoria, Hit do Ano, pela música “Deixa de Onda”, parceria com Dennis. Nesta segunda-feira (25), ela rebateu o comentário de um internauta que a acusou de fazer marketing e lançar um documentário.

Ela divulgou nesta segunda-feira (25), a data de lançamento do seu documentário. intitulado de “Ludmilla –  Rainha da Favela”, na GloboPlay e no Multishow, que chega para o público no próximo dia 15. “Eu vim da periferia… Uma bissexual negra, que veio lá de baixo, que sempre foi taxada como uma funkeirinha que não ia chegar a lugar nenhum, que não estava apta a estar em certos lugares e ela está aí agora tirando onda“, diz ela narrando o vídeo com imagens de sua trajetória artística.

O internauta disse acreditar que a polêmica envolvendo a artista e o canal a cabo, do grupo Globo, não seja verdadeira e trata-se de uma estratégia de divulgação. “Eu não acredito que essa treta da Ludmilla com o Multishow era apenas marketing para um documentário”, escreveu. Ludmilla compartilhou a publicação com as seguintes palavras. “Graças a Deus e ao meu trabalho eu não preciso disso! O meu problema foi com o PRÊMIO MULTISHOW e não com o CANAL”, rebateu ela. 

Ludmilla revelou ainda que a apresentação já estaria pronta e que não brincaria com um assunto tão sério para se promover: “Pra esclarecer pessoal, eu jamais brincaria com um assunto tão sério como esse. O trabalho foi preparado há mais de um ano e tá pronto pra ser apresentado ao público. Eu jamais usaria um assunto tão sério pra divulgar alguma coisa…Como profissional e responsável que sou, estou cumprindo com minhas responsabilidades. E por acaso eu falei alguma mentira aquele dia gente?”.

Continua após a publicidade

Ela finalizou alegando que o ocorrido nada ter a ver com o canal e sim com a premiação. “Mais uma vez, pra deixar bem claro, as responsabilidades que eu estou cumprindo são com o canal Multishow, sem relação com o Prêmio Multishow”, explicou. Ludmilla cancelou a apresentação de um dos maiores prêmios de música do Brasil e fez um longo desabafo nas redes sociais na última semana. ”Sou a primeira cantora negra da América Latina a acumular 1 bilhão de streams só no Spotify, hoje são mais de 1.5 bilhão de plays nas plataformas. Meus clipes somam 2.5 bilhões de views, Rainha da Favela ficou meses entre as músicas mais tocadas. São os números que falam!”, começou ela.

A cantora lembra do projeto Numanice sucesso nas plataformas digitais e entre o público. “Só esse ano lancei o numanice ao vivo, projeto que impactou a cultura brasileira e revolucionou o mercado do pagode de um jeito jamais visto, por ser uma mulher a frente do projeto, projeto que garantiu o vídeo musical solo mais visto de 2021 por uma cantora pop brasileira. Deixa de Onda, Pra Te Machucar, Gato Siamês, Apê 1001, o Lud Session então nem se fala, tá na boca do povo. Desde quando ganhei a primeira vez e impactei todo o sistema por ser a primeira cantora negra a ser indicada e a vencer essa categoria em 26 anos de prêmio,” continuou Ludmilla. 

Ela citou ainda o fato de ser uma representante das minorias: “Uma representante das minorias, uma cantora negra, bissexual, funkeira, periférica, nunca mais fui indicada na categoria “Cantora do Ano”. Infelizmente essa é a forma que o sistema te boicota! Mesmo eu sendo indicada em outras categorias da premiação. é nítida a falta de reconhecimento e entendimento das (poucas) premiações que temos aqui no Brasil. Assim como eu, vários artistas de vários segmentos e bandeiras que mereciam ser indicados ou serem reconhecidos da mesma forma que entregam conteúdos para seus público e estão na mesma situação”, pontuou Ludmilla.

Na sequência, ela informa, que por meio do Twitter, não irá se apresentar no evento. “Venho por meio desse tweet avisar a todos e ao @multishow que não me apresentarei mais no prêmio esse ano. Obrigada pelo convite, mas onde não sou bem vinda prefiro não estar só por educação. Boa festa a todos”, finalizou. Logo depois, Ludmilla diz que o canal a procurou para resolver a situação. “Após meu posicionamento, o multishow me ligou, nós conversamos e eles me propuseram contribuir para as mudanças na premiação a partir do ano que vem”, contou.

“Vamos conversar para, juntos, colocarmos em prática mudanças gerais que envolvam não só o coletivo quanto o compromisso de estar sempre em atualização para atender à novos requisitos do mercado fonográfico. Já fui muito desmerecida e ignorada, principalmente por ter vindo de onde vim e por ser quem eu sou, então quero contribuir para que o mercado da música seja mais justo e inclusivo onde o trabalho duro seja reconhecido e que os artistas que me sucederão não passem pelas dificuldades que já passei”, disse. E ainda reiterou: “E não, não perfomo esse ano no Prêmio Multishow!”, finalizou a cantora.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff