Fechar
MUDOU VERSÃO

Luísa Mell confirma que não ajudava Bruna e coloca culpa no ex-marido

A ativista afirmou que os pagamentos à Bruna eram de responsabilidade do ex-marido, o empresário Gilberto Zaborowsky

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

Após publicação do EM OFF, a apresentadora e ativista Luísa Mell voltou atrás e decidiu ajudar a família de Bruna da Silva Viana. A moça de 30 anos vive em estado vegetativo desde 2008, quando sofreu um acidente na Avenida Francisco Morato, em São Paulo. Na ocasião, ela estava na garupa de uma moto que foi fechada pela famosa, que dirigia um carro de luxo. A ativista garantiu ainda que não sabia que os pagamentos não estavam sendo feitos e culpou o ex-marido, o empresário Gilberto Zaborowsky.

Na semana passada, o site apresentou a história de Bruna, que causou uma verdadeira comoção. Na madrugada do dia 29 de junho de 2008, Luísa Mell dirigia seu veículo pela famosa via de São Paulo. De acordo com o portal de notícias G1, a apresentadora seguia para a casa de amigos. Por volta das 3h20, a famosa fez uma conversão à esquerda para acessar a Avenida Jorge João Saad.

Com isso, ela acabou fechando uma motocicleta com dois ocupantes. O condutor da motocicleta era Marcelo Leal de Freitas, que na época tinha 21 anos. Na garupa, estava Bruna, que na época era noiva de Marcelo e tinha apenas 17 anos. Após meses internada em dois hospitais, a vítima teve alta, mas não sem sequelas: atualmente, Bruna não fala, não anda, se alimenta apenas por uma sonda e enxerga apenas de um olho.

Luísa Mell foi muito criticada nas redes sociais por “abandonar” a vítima e não ajudar financeiramente a família de Bruna. Após a publicação da reportagem, a famosa postou uma série de vídeos nos stories do Instagram e se defendeu, dizendo que ajuda a família anualmente, o que foi desmentido pelos pais da vítima. “Eu paguei tudo o que eu devia”, disse a ativista.

Continua após a publicidade

Novidade

Ontem (12), o EM OFF publicou que, após o desabafo publicado nas redes sociais, a apresentadora voltou atrás e se comoveu com a situação de Bruna. Luísa Mell enviou dois representantes até a casa da família, que vive em Embu das Artes, município da Região Metropolitana de São Paulo, e ofereceu todo o suporte necessário para Bruna, como ajuda financeira e atendimento home care.

O caso, no entanto, ganhou novos contornos. Segundo apurado pelo site, os funcionários enviados por Luísa Mell à casa de Bruna afirmaram para a família que a apresentadora e ativista não sabia que a vítima não estava recebendo ajuda. Segundo eles, a famosa disse que tinha designado o pagamento das necessidades de Bruna ao seu ex-marido, o empresário Gilberto Zaborowsky, e não sabia que os valores não estavam sendo repassados.

A afirmação de Luísa Mell vai contra o que a própria famosa falou nas suas redes sociais. No vídeo publicado no seu Instagram, a apresentadora disse que tinha comprovantes que ela ajudava a família com frequência. “Mesmo depois do acordo na Justiça, onde eu não devo mais nada, não teve um ano que eu não doei dinheiro pra essa família (…) E eu posso, sim, provar todas as doações que eu fiz“, disse na ocasião.

O EM OFF apurou com exclusividade que, na época do acordo entre Luísa e a família de Bruna, todo o processo envolvendo o acidente foi pago por Gilberto, mesmo o empresário não tendo responsabilidade sobre o ocorrido. No seu vídeo nas redes sociais, a ativista disse que doou R$ 200 mil à vítima, mas o colunista Erlan Bastos apurou que, na realidade, o valor repassado foi menor: R$ 125 mil.

A família de Bruna disse que aceitaria a ajuda proposta pela ativista, mas por receio, pediu a presença de um advogado e um novo encontro deve ser marcado em breve para que tudo seja definido. Ainda de acordo com a apuração do EM OFF, por meio dos seus emissários, Luísa Mell disse que gostaria de fazer uma visita a Bruna para conhecer mais sobre o seu dia a dia e prestar sua solidariedade.