Fechar
TUDO MARKETING

Luísa Sonza admite que usa polêmicas para impulsionar marketing

Luísa Sonza admitiu em entrevista usar polêmicas envolvendo seu nome para promover suas canções

Aline TorresRepórter do EM OFF

Em entrevista para o jornal O Globo, a cantora Luísa Sonza revelou usar polêmicas envolvendo seu nome a seu favor para fazer marketing. Ela ainda falou sobre sua bissexualidade, exposta para o público por meio das redes sociais, e de como ainda trata esse assunto com delicadeza.

A cantora de 22 anos possui mais de 1 bilhão de reproduções no Spotify e, na entrevista, usa a terceira pessoa para falar de si mesma. Sobre usar as polêmicas para fazer marketing de suas músicas, ela é categórica:

“Me chamam de marqueteira, de isso e aquilo, mas por que não vou aproveitar uma coisa que me faz sofrer para caramba como algo bom? A Luísa Sonza artista é uma super-heroína icônica que não sofre por nada nem ninguém”, disse em um dos trechos da conversa.

Ao ser questionada se a polêmica faz parte do marketing, a resposta é bem direta. “Sem dúvida alguma. Eu não tenho culpa de ter o c* virado para a Lua. As coisas acontecem comigo e não é algo que eu faça pensando, pelo contrário,” disse.

“Gente, eu não teria tanta criatividade para a cada cinco dias entregar uma polêmica nova, e que geralmente me ferra. Ainda não sou tão engenhosa assim para fazer o filho do Bolsonaro falar de mim… Mas, se acontece, ué… Meu nome tá em alta, dá clique, e as pessoas gostam de falar sobre mim“.

Sobre a bissexualidade recém assumida, ela admite que ainda é um assunto delicado. “Tenho muito cuidado ao falar disso por não estar na linha de frente, vivendo essa luta diariamente. Estou num relacionamento hétero, mas sou 100% bissexual, tenho certeza absoluta disso, sinto atração por mulher e homem desde criança”, explicou.

“Resolvi falar porque notei que isso estava aparecendo em todas as minhas músicas, principalmente quando estive solteira, e vi que estava me privando de tanta coisa que era natural para mim. Mas ainda estou digerindo isso como pessoa pública”, contou a cantora.

Sobre acreditar ser uma responsabilidade grande assumir a bissexualidade e sobre ser deslegitimado pela sociedade, Luísa contou se sente no direito de falar sobre o assunto.

“Nós somos, bastante. Essa parte eu me sinto bastante no direito de falar sobre. Sobre ser uma mulher bissexual, ter a paciência de explicar de fato como é. A bissexualidade dentro da sociedade e da comunidade é descredibilizada. Eu mesma me questionei muito, de tanto ouvir os outros me questionando. Cheguei a achar que eu era doida, sabe? Mas hoje acho incrível poder dar visibilidade a isso de alguma forma”.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo