Outro contrato polêmico?

Luva de Pedreiro é chamado de burro ao assinar contrato com ‘proibições’

Acordo de patrocínio do influencer com a Adidas impede o uso de camisas de alguns times

Vitor Caique
Repórter do EM OFF

O jovem Iran Ferreira, conhecido na web como Luva de Pedreiro, fechou mias um contrato recentemente. Desta vez, o influenciador ganhou um patrocínio com a Adidas, fornecedora de materiais esportivos, depois de viralizar nas redes sociais com diversas polêmicas nas últimas semanas, sendo alvo de um “golpe”.

A marca internacional fechou um acordo de exclusividade com Luva de Pedreiro, mas o contrato impede que o jovem realize algumas ações publicitárias com camisas de outros patrocinadores e times esportivos. Na prática, Luva não poderá utilizar camisas de clubes como o Vasco, seu time de coração, e de outras equipes como o PSG e a Seleção Brasileira de Futebol.

Iran, por sua vez já gravou alguns vídeos com roupas e acessórios da marca, as imagens foram divulgadas nas redes sociais. Vale lembrar que o acordo com a Adidas foi anunciado no começo da semana, e Luva de Pedreiro está na Europa, onde marcará presença nos eventos “Champions League”, e a “Copa do Mundo no Catar”.

Nas redes sociais, o anuncio do contrato gerou diversos comentários negativos e positivos, mas, na maioria das mensagens, internautas chamaram o jovem de burro, por não poder mais usar a camiseta de seu próprio time, no qual sempre enfatizou em seus videos e na web que é torcedor apaixonado.

“Luva de pedreiro assinando com a adidas muito burro”, comentou um seguidor no Twitter. “Chega ser cômico com o trabalhador, um analfabeto desse conseguir o que tem sendo burro”, opinou outro internauta. “Capturado, ele será domesticado, seus vídeos serão enquadrados na estética padrão e sua espontaneidade será posta à prova. Torço por ele. Luva de Pedreiro não pode mais gravar vídeo com camisa de Cristiano Ronaldo, da seleção ou do Vasco”, afirmou Juremir Machado da Silva.