Fechar
PRECONCEITO

Majur desabafa sobre transfobia sofrida em hotel

Majur desabafou nas redes sociais após sofrer transfobia em São Paulo. Enquanto estava se hospedando, a cantora passou por constrangimento

Adriel MarquesRepórter do EM OFF

Majur, cantora e transexual que brilhou no especial Falas de Orgulho da Globo com Pabllo Vittar, sofreu transfobia em um hotel paulista. Por meio do Instagram, a famosa relatou o ocorrido e revelou cada detalhe da situação constrangedora.

“Eu decidi falar porque isso costuma acontecer em qualquer dia, qualquer horário. Independente da pessoa ser famosa ou não, porque transfobia é algo que todas as pessoas trans passam nesse Brasil, especificamente que mais mata pessoas trans no mundo”, desabafou Majur.

“Por mais que vocês achem: ‘Ah ela apareceu na tevê e todo mundo já sabe quem é ela, ela está chegando e as pessoas já sabem’. Mesmo assim, a gente vai sofrer transfobia sim por falta de educação, conhecimento e por crueldade. Eu não consigo achar que uma pessoa vai olhar pra mim hoje, vai me ver com esse cabelo enorme, belíssima e vai me chamar de homem”, continuou indignada contando o momento para os seguidores.

No relato divulgado, Majur declarou que o funcionário do hotel já sabia quem ela era ao chegar no estabelecimento: “Eu vou explicar pra vocês o que aconteceu, eu cheguei neste hotel em São Paulo e assim que eu cheguei na portaria o cara olhou pra mim. Ele já sabia quem eu era”.

Continua após a publicidade

Mesmo se tratando de uma situação inadmissível, Majur fez mistério e deixou no ar uma surpresa para os fãs: “Eu vim ficar neste hotel porque vim gravar algo que depois vocês vão saber. Quando fui fazer o cadastro, ele me passa o papel e colocou masculino. Eu fui e falei pra ele: ‘Oi, aqui está errado. Eu sou mulher!’. Ele disse: ‘Não, é que ás vezes vai sim'”.

O clima esquentou, a artista disse que pegou o papel com sexo escrito masculino e rasgou. Majur pediu para que o funcionário fizesse novamente o preenchimento: ‘‘É pra vocês entenderem que não importa, eu posso ter peito, posso fazer a cara, colocar um cabelo enorme, vestir roupas femininas e as pessoas vão achar o que elas querem”.

Famosa por cantar Amarelo com Pabllo Vittar e Emicida, Majur revelou sentir medo de passar por preconceito novamente: “Obviamente que eu vou sair desse hotel exatamente agora. Os meus produtores estão lá em baixo para me retirar e estou saindo do hotel. É algo que assim, eu vou saindo deste hotel e vou pro outro com medo de acontecer de novo”.

Na semana da visibilidade trans a cantora recebeu sua nova identidade, passando a se chamar Majur dos Santos Conceição. Pabllo Vittar em conversa com O Gshow, celebrou a exibição do Falas de Orgulho, apresentado com a amiga: “É muito importante vir aqui dar voz à nossa comunidade e mostrar que todo mundo pode”.