Fechar
Apaixonada

Mariana Rios revela paixão por ator americano famoso: ‘Fiz terapia’

Atriz fez terapia porque era apaixonada pelo ator Patrick Swayze aos oito anos

Aline TorresRepórter do EM OFF

Em entrevista para o programa da GNT “E agora, Porchat?”, a atriz Mariana Rios revelou que fez terapia por causa de um amor platônico pelo ator norte-americano Patrick Swayze, conhecido por ser astro nos filmes como “Dirty Dancing – Ritmo Quente” e “Ghost- Do Outro Lado da Vida” e que faleceu em 2009.

A artista de 36 anos revelou que precisou fazer terapia por causa desse amor impossível e que ela tinha apenas oito anos na época. A revelação foi feita após ser questionada por Fábio Porchat, quem teria sido o primeiro amor da vida dela.

“Eu tinha 8 anos, eu era apaixonada por ele. Comecei a fazer terapia por conta dele. Me apaixonei muito por ele. Assistia o filme dia inteiro. Chorava. Ficava o dia inteiro fazendo aquele dedinho que ele faz chamando a menina pra dançar”, começou a detalhar a história.

Mariana ainda disse que a mãe tentou fazer com que a filha parasse com aquela situação: “Meu dedo tava quase gangrenando, dando câimbra de tanto que eu fazia aquilo. Eu chorava e minha mãe fazia ‘minha filha, você tem que parar. Ele é muito mais velho que você'”.

A atriz ainda disse que não escutou a mãe e disse-lhe que aquilo era amor verdadeiro e foi aí que a mãe disse que iria pôr a filha na terapia: “Aí ela disse que ia me botar na terapia. Me colocou. Aí acabou Dirty Dancing. Mas veio Ghost”.

Há um ano, Mariana Rios sofreu um aborto espontâneo do seu primeiro filho com o ex-noivo Lucas Kalil e ela falou sobre o assunto em março em entrevista para Caio Fischer: “O aborto espontâneo é uma passagem na vida da mulher que exige uma força para passar por aquilo. Eu busquei muita sabedoria para enfrentar aquele momento, onde as pessoas muitas vezes falam ‘ah não, mas isso é tão comum”.

“Só que não é bem assim, é difícil. É um processo que só quem vive entende. Quando eu vivi isso, foi muito difícil, mas como tudo na minha vida eu levo para um outro lado, pelo lado do aprendizado e amadurecimento, eu também fiz dessa forma”, disse na ocasião. Ela ainda revelou que pretende ser mãe, mas de forma independente, já que está solteira:

“Se é um desejo da mulher, fazer uma produção independente e ter um filho, eu acho lindo. Como eu acho lindo o processo de adoção. Eu não tenho vontade nesse momento de ter um filho. Quando tiver, pode ser que sim (seja uma produção independente). A gente vai mudando ao longo da vida”, confessou.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo