Fechar
CRITICOU CANTORA

Mario Frias sai em defesa de Bolsonaro e detona Ivete Sangalo

Mario Frias saiu em defesa de Bolsonaro após Ivete Sangalo ter incentivado xingamentos ao presidente

Jean TellesRepórter do EM OFF

O secretário de Cultura do presidente Jair Bolsonaro, Mario Frias usou suas redes sociais nessa sexta-feira (31), para fazer uma crítica a cantora Ivete Sangalo, após a artista ter incentivado xingamentos ao chefe do Executivo durante recente show. Em seu perfil no Twitter, o ator aposentado declarou que Ivete estava sendo uma “animadora de militante esquerdista”

“A rainha Ivete passou todos os anos de roubo generalizado petista, como meio de impor uma ideologia abominável, no mais absoluto silêncio. Hoje, presta-se ao ridículo papel de ser animadora de militante esquerdista, pois é escrava dos caprichos da elite artística arrogante”, disparou o aliado de Jair Bolsonaro no Twitter. 

Entenda: 

A cantora Ivete Sangalo incentivou o público que assistia seu show em Natal, no Rio Grande do Norte, na noite de quarta-feira (29), a xingar o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL). Em determinado momento de sua apresentação musical, o público presente protestou contra o chefe do Executivo, gritando palavras de baixo calão contra o político: “Ei Bolsonaro, vai tomar no c#”.  

Ao perceber os xingamentos direcionados ao presidente, Ivete não se calou: “Tá baixinho”, começou dizendo a artista, incentivando ao público presente a gritar ainda mais alto. A “rainha do axé” chegou a dançar com os xingamentos direcionados à Bolsonaro e depois declarou: “Vai acabar escutando de tão alto que foi”. Após a declaração, a artista foi ovacionada pelos populares.  

Continua após a publicidade

O vídeo logo viralizou nas redes sociais e Ivete Sangalo acabou virando assunto entre os internautas: “A #IveteSangalo mandando o povo gritar mais alto enquanto o público manda o Bolsonaro tomar no c#”, escreveu um internauta no Twitter. “A Ivete Sangalo incentivando o público a gritar: “Ei Bolsonaro, vai tomar no c#”. Mexeu com a Bahia dela, a coisa fica doida”, apontou outro. “Ivete Sangalo debochando e apoiando amei !”, disse outro 

Mario Frias se revolta após ter família expulsa de hotel 

O secretário de Cultura do presidente Jair Bolsonaro, Mario Frias se revoltou após ter sua família impedida de se hospedar em um hotel do Rio de Janeiro no último dia 19 de dezembro. Segundo o ator “aposentado”, o episódio se deu após sua mulher e filha não apresentarem passaporte de vacinação contra a Covid-19.  

“Estou viajando a trabalho, quando recebo a notícia de que minha esposa foi expulsa de um hotel no Rio de Janeiro, junto com minha filha de 10 anos, porque não tinha essa porcaria criminosa do passaporte de vacinação. Um merd* inútil ter a coragem de impedir minha família de ter um teto para dormir às 21h da noite é criminoso”, começou dizendo o aliado do presidente Bolsonaro em seu perfil no Twitter.  

Em seguida, o secretário declarou que irá processar todos os responsáveis pelo ocorrido: “O mais revoltante é que, enquanto eles tratam o povo como escravo, estão por aí farreando e bebendo, como canalhas hipócritas que são! Irei processar todos os responsáveis por esse ato. Vocês não irão tomar minha liberdade e da minha família sem que eu lute por ela. Vagabundos!”, finalizou.  

Vale lembrar que desde o início do mês de dezembro, a prefeitura do Rio intensificou a cobrança do passaporte de vacinação contra a Covid-19 em diversos setores turísticos pela cidade, incluindo hotéis e diversos outros serviços como medida de segurança afim de se conter a contaminação pelo coronavírus.