Fechar
POLÊMICA!

Mattel aciona Rebecca pelo uso indevido do nome Barbie

Equipe da cantora Rebecca foi acionada pela empresa dona da marca Barbie

Jean TellesRepórter do EM OFF

A recente parceria musical da funkeira Rebecca com as cantoras Pocah, Lexa e Danny Bond segue gerando polêmica após seu lançamento. Depois da identidade visual da divulgação da canção nas redes sociais ter sido acusado de plágio por uma cantora, agora foi a vez da Mattel, empresa detentora da marca Barbie, acionar a equipe da cantora pelo uso indevido do nome “Barbie” no clipe. 

De acordo com informações divulgadas pelo jornalista Leo Dias, do Metrópoles, a empresa dona da marca “Barbie” procurou a equipe da cantora Rebecca e solicitou que o clipe da canção fosse retirado do ar por uso indevido do nome. Procurada pelo jornalista, a assessoria de imprensa da cantora de funk negou que o caso tenha ido parar na Justiça e reiterou que o pedido foi apenas para a retirada da logo da Barbie. 

A Mattel, responsável pela marca Barbie, e a Sony, gravadora musical de Rebecca, preferiram não se pronunciar sobre o assunto. O videoclipe da canção da funkeira foi lançado na última sexta-feira (14). No clipe da canção em parceria com as cantoras Pocah, Lexa e Danny Bond as funkeiras aparecem cantando e dançando dentro da caixa característica da boneca internacionalmente conhecida. As cantoras também aparecem com vestimentas parecidas com as da boneca. 

Apesar de toda polêmica, o clipe segue em exibição na plataforma de vídeos do Youtube. A canção, inclusive, vem fazendo sucesso por lá e conquistou o quinto lugar nas “Músicas em Alta”, com pouco mais de 1 milhão e meio de acessos. Além de acusação de uso indevido de imagem, a produção das funkeiras também foi acusada de plágio por uma cantora. 

Continua após a publicidade

Cantora acusa funkeiras de plágio

A cantora Thamy foi até suas redes sociais na última quinta-feira (13), acusar as cantoras Rebecca, Pocah, Lexa e Danny Bond de plágio. A musicista e influenciadora declarou através de um post compartilhado em suas redes sociais que lançou a música “A Barbie tá diferente” em 2020 e na época já havia usado as conhecidas caixas da boneca para a divulgação da canção assim como as funkeiras fizeram agora. 

“A Barbie tá diferente, né? A gente se dedica tanto em um trabalho para ter que passar por isso agora”, começou dizendo a artista. “Copiando o nome e fazendo divulgação com um monte de famoso, até Juliette e Gil do Vigor postando ‘a Barbie está diferente’. A Barbie está diferente desde 2020. Estou só observando a palhaçada”, declarou a cantora Thamy em suas redes sociais. 

Por meio de um comentário em um perfil de celebridades no Instagram, a cantora Pocah se pronunciou após a acusação de plágio. “O nome da música é Barbie, com a estética inspirada na Barbie. Quem amou?”, Pocah também compartilhou um print com alguns artistas que já usaram a mesma identidade visual em seus respectivos trabalhos musicais.