Fechar
Deu ruim!

Mirela Janis chora ao ter música retirada de plataformas digitais

Mirela Janis ficou triste ao ter música recém lançada ao lado de Márcia Fellipe retirada das plataformas digitais

Aline TorresRepórter do EM OFF

Desde o primeiro momento em que Mirela Janis divulgou sua nova música “Eu Vou Descer” com participação de Márcia Fellipe, a Cremosinha não teve um minuto de paz. Após ser acusada de roubar a letra da música, a influenciadora agora apareceu aos prantos porque o single teve de ser retirado de todas as plataformas digitais.

A ex-Power Couple Brasil apareceu aos pratos em uma foto postada nos stories e algumas horas depois, ela fez seu pronunciamento sobre o que havia realmente acontecido já que ela preocupou os fãs com o choro sem revelar o motivo. Afinal de contas, a música que ela acabara de lançar precisou ser retirada das plataformas digitais, mas até o fechamento desta matéria, o videoclipe ainda estava no YouTube.

O que mais chamou a atenção foi que o motivo não foi por causa da letra da música comprada tanto por ela quanto por outra cantora que também chegou a gravar a canção, mas sim devido à melodia utilizada. Cremosinha explicou que escolheu a música por ser justamente uma versão da música “Asereje”, interpretada pelo grupo “Las Ketchup” e que também recebeu uma versão entoada pela girl band brasileira, “Rouge”.

“Gente estou muito triste. Simplesmente, minha música foi retirada de todas as plataformas digitais. Eu sabia que era uma versão de Asereje, por isso a gente escolheu essa música, eu cresci ouvindo e dançando ela. Mas eu sou novata nesse ramo e não sabia que poderia causar problema. Recebemos um e-mail do Las Ketchup pedindo para retirar das plataformas. Tentamos negociar, dizendo que o interesse não era financeiro, mas eles não quiseram saber e apagaram de tudo. Estou triste porque fiz com muito amor e com muito carinho”, desabafou Cremosinha visivelmente abatida.

Continua após a publicidade

Acusada de plágio

A polêmica acontece logo após a coluna Erlan Bastos EM OFF divulgar com exclusividade que a música lançada por Mirela Janis e Márcia Fellipe já havia sido lançada anteriormente por outros artistas, Aryane e Marcinho, no dia 30 de novembro. Por causa disso, as ex-participantes de Power Couple Brasil 5 foram acusadas de roubar a canção.

A canção “Eu Vou Descer” é de autoria de Filipe Dominado, Matheus Yorran e Neto D’Vila e foi adquirida com exclusividade para ser interpretada por Aryane com a participação de Marcinho. Segundo documentos de aquisição da música e o empresário Marcos Túlio, a exclusividade da música é de 12 meses.

Aryane, que afirma estar preparando o videoclipe da mesma música, resolveu expor sua indignação nas redes sociais após a divulgação feita por Mirela e Márcia Fellipe: “Estou sem entender nada, queria muito poder explicar, mas nem eu estou entendo, muitas pessoas perguntando porque estão gravando a música. Estamos começando a trabalhar , com nosso esforço, e ai antes da gente mostrar o clipe, vieram e postaram o clipe antes”, lamentou.

“Pessoas das quais a gente era fã demais, somos ainda, mas que fizemos um esforço para ter essa música e eu acho isso muito injusto. Fomos todos pegos de surpresa”, ressaltou. “Queria muito esclarecer, porque a gente paga pela música, a gente paga pela exclusividade da música, porque soltaram na nossa frente e a gente fica sem saber onde vai. Tô muito triste”, completou a cantora de forró.