Fechar
CRITICADO NO TWITTER

Namorado de Fátima Bernardes comenta BBB e é criticado: ‘Vai trabalhar’

A frase "Túlio Gadêlha vai trabalhar" chegou a ser a sétima mais comentada nesta quinta-feira, com quase 30 mil postagens

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

O professor e deputado federal pelo PDT Túlio Gadêlha gerou revolta e virou motivo de piadas nas redes sociais desde a noite de terça-feira (30), quando comparou a eliminação de Sarah Andrade do BBB com a situação política do País. Nesta quinta-feira (01), a frase “Túlio Gadêlha vai trabalhar” ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Na terça, após o resultado do paredão entre Juliette, Rodolffo e Sarah, o namorado de Fátima Bernardes fez uma publicação comparando o reality show com a política nacional. “O recado tá dado, Bolsonaro. Sarah sai com 76,76% de rejeição. Negacionistas não passarão. Nem homofóbicos. Por isso, Rodolfo deve ser o próximo. 2022 vem aí“, escreveu.

Essa não foi a primeira vez que o pernambucano usou o Twitter para criticar Sarah e relacioná-la ao presidente Jair Bolsonaro. “Queria que a Sarah fosse com a Juliette pro paredão. Só pra ver a pisa. Um outro nordestino vai dar uma pisa igual em Bolsonaro em 2022. Pode anotar“, escreveu, no dia 25 de março.

Não demorou para que os internautas começassem a criticar a postura do deputado. “O país vivendo uma crise por conta de uma pandemia, e o namorado da Fátima ganhando 33 mil por mês para comentar o BBB“, lamentou o seguidor Manassés Cavalcante. “Comentando BBB pra ganhar biscoito esse namorado da Fátima Bernardes“, reclamou Leya Mattos.

Durante sua passagem pela casa do BBB21, a especialista em marketing Sarah Andrade gerou polêmica ao dizer que “gosta dele”, se referindo ao presidente Jair Bolsonaro. Ela também menosprezou a pandemia de Covid-19, dizendo que foi a festas e não pegou a doença porque “Deus não quis”.

Na tarde desta quinta, a frase “Túlio Gadelha vai trabalhar” chegou a figurar como sétimo assunto mais comentado da plataforma, com quase 30 mil postagens relacionadas.