Fechar
Não confirmou

Nem Tite, nem jogadores confirmam participação da seleção brasileira na Copa América

Tite não deixou claro se a seleção brasileira participará da Copa América, que será sediada no Brasil em meio a pandemia do coronavírus

Aline TorresRepórter do EM OFF

Em entrevista para a coletiva de imprensa nessa quinta-feira (3), Tite não deixou claro se a seleção brasileira participará ou não da Copa América, que será sediada no Brasil em meio a pandemia do coronavírus. Ele evitou falar diretamente sobre o assunto e disse que falará em momento oportuno.

A Copa América está marcada para começar no dia 13 de junho. A seleção enfrenta o Equador nessa sexta-feira (04) pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. A entrevista foi concedida no Beira-Rio em Porto Alegre, onde ocorrerá o jogo.

O treinador afirmou que conversou com o diretor de seleções, Juninho Paulista, os jogadores e o presidente Rogério Caboclo, mas não quis revelar sobre os assuntos tratados antes das partidas contra o Equador e Paraguai.

Temos uma opinião muito clara e fomos lealmente, numa sequência cronológica, eu e Juninho, externando ao presidente qual a nossa opinião. Depois, pedimos aos atletas para focarem apenas no jogo contra o Equador. Na sequência, solicitaram uma conversa direta ao presidente”, iniciou Tite.

“Foi uma conversa muito clara, direta. A partir daí, a posição dos atletas também ficou clara. Temos uma posição, mas não vamos externar isso agora. Temos uma prioridade agora de jogar bem e ganhar o jogo contra o Equador. Entendemos que depois dessa Data Fifa as situações vão ficar claras”, explicou.

O treinador ainda deixou claro que apenas após os próximos dois jogos, ele revelaria seu posicionamento sobre a situação: “Depois desses dois jogos, vou externar a minha posição”, garantiu. Mais cedo, treinadores de outras seleções externaram serem contrários a realização do campeonato.

Antes de o Brasil aceitar sediar o torneio, Argentina e Colômbia que seriam os países originais a sediar, acabaram desistindo devido à pandemia do Covid-19. Ainda sendo questionado sobre o assunto, Tite falou sobre os jogadores:

“Eles têm uma opinião, externaram ao presidente, e vão externá-la ao público em um momento oportuno. Inclusive, isso tem a ver com a ausência do nosso capitão, Casemiro, aqui nessa entrevista”, disse ao ser questionado sobre a ausência do capitão da seleção brasileira na coletiva de imprensa.

Os jornalistas insistiram em perguntar sobre o assunto à Tite que, de forma branda, respondeu: “Não estou abrindo mão das respostas e estou colocando os fatos, com discernimento e sensatez que tenho. É muito importante a Copa América. Mas mais importante é o nosso jogo amanhã. É jogarmos bem, porque vamos ser cobrados, inclusive com o nosso torcedor. Ele cobra nossa posição”.

“Temos posição clara. Mas deixa a nossa cabeça voltada para o jogo de amanhã. Entendo todos vocês e também entendo que é importante essa posição e não estou me eximindo”, disse o treinador.

Apoiadores de Bolsonaro, que são a favor de sediar a Copa América no Brasil, levantaram a hashtag #ForaTite e está em primeiro lugar nos trending topics do Twitter. Lembrando que 469 mil pessoas já morreram em decorrência do Covid-19 no país até a data de publicação dessa matéria.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo