Fechar
Climão

Pamella Holanda desmente Xand Avião: ‘Não recebi apoio financeiro de ninguém’

Pamella Holanda desmentiu Xand Avião nos stories sobre receber ajuda financeira do cantor após a prisão de DJ Ivis

Aline TorresRepórter do EM OFF

Pamella Holanda resolveu se pronunciar nos stories do Instagram após Xand Avião afirmar publicamente que estava ajudando financeiramente a filha e a ex-esposa de DJ Ivis, com quem tinha parceria musical e de negócios, antes da exposição dos vídeos de violência doméstica do DJ contra Pamella.

Xand foi muito criticado por internautas após defender o talento de DJ Ivis em uma entrevista concedida para o UOL nesta quinta-feira (12). Ao responder um comentário de uma internauta, o cantor afirmou que além de ter rompido o contrato com o agressor, ele estaria ajudando Pamella e a filha do DJ, Mel.

“Sabia que ele não ia sustentar a imagem por muito tempo. Agora que já está amenizando a notícia, ele defende né”, disse a internauta que em seguida foi respondida pelo forrozeiro: “Olha, eu rompi meu contrato com o Ivis, estou ajudando a mulher e a filha dele. Não tolero o que aconteceu. Se você acha que eu reconhecer o talento do que ele criou até aqui, é amenizar a situação, eu não posso fazer nada”.

Posteriormente, Pamella resolveu se pronunciar sobre as falas do cantor e desmentiu que tenha recebido alguma ajuda financeira dele ou de qualquer outra pessoa: “Quero deixar claro aqui que não recebi e nem venho recebendo apoio jurídico e muito menos financeiro de absolutamente ninguém. A ajuda financeira que recebi bem no início foi de uma amiga minha”, disse em um dos trechos.

Continua após a publicidade

“De qualquer outra pessoa, não recebi. Muitas pessoas disponibilizaram seus advogados para me ajudar e eu agradeci e agradeço, só que eu já tinha a minha, que pegou meu caso sem nem me conhecer e sem receber nada até que eu tenha condições de pagamento-la. E que tem me ajudado muito até emocionalmente”, concluiu a mãe de Mel.

Entrevista para UOL

O cantor Xand Avião concedeu entrevista para o Splash, do portal UOL, e fez revelações importantes sobre a carreira após as acusações de agressões contra DJ Ivis, que era seu produtor e amigo pessoal. Prestes à lançar a música “Superação Digital“, ele afirmou que o novo single foi um “divisor de águas” na carreira.

Ele ainda disse que pretende colocar um ponto final no assunto que envolve o DJ e que seguir a vida. Para isso, ele teve que produzir suas próprias músicas após o final da parceria de sete anos com o artista que agora está preso. Sobre DJ Ivis, Xand falou sobre a amizade dos dois e do momento em que soube das agressões:

“Falando como Alexandre e não como o cantor Xand Avião, para mim foi muito difícil, porque é um amigo, um cara que estava colado comigo quase 24 horas por dia. Pegou todo mundo de surpresa”, revelou o cantor. Ao falar sobre os novos projetos, ele contou sobre a reinvenção musical que teve que passar depois do momento difícil envolvendo o ex-colega de trabalho:

“A gente teve que tirar a bunda da cadeira e começar a pensar, ver que existem outros caminhos. É se reinventar e provar que a turbina e o combustível do avião sou eu, modéstia à parte. Esse trabalho não tem só o meu dedo, tem meu corpo inteiro”, confessou o músico. Ele ainda afirmou que teve que regravar todo o EP que já estava finalizado, dessa vez, sem a participação de Ivis.

“Digamos que eu tive que voltar a trabalhar de novo. Porque eu só chegava para cantar. O DJ cuidava de tudo e só falava: ‘Xand, faça assim e assim”, relatou antes de explicar dos momentos que sucederam as acusações contra o DJ: “Até mesmo no ensaio a banda também estava meio desanimada, nos primeiros dias, porque eram sete anos de convivência, de produção. Mas acho que a gente vai se acertar, sim. A vida segue e vamos em frente”.

Mesmo sendo contra as atitudes do ex-companheiro musical, Xand reiterou do talento de Ivis: “Ele errou feio, a gente não pode tirar a culpa dele, e está pagando por isso. Mas ninguém pode apagar o talento do cara também. O que ele fez no forró é fora do comum, tanto que tem várias pessoas seguindo o que ele vinha fazendo”.

“É lógico que no meu novo trabalho eu fiz coisas que ele faria, tentei pensar como Ivis. Não quero fugir do som que ele ajudou a criar. O que ele fez é totalmente errado, mas a obra dele a gente não pode apagar. O cara é talentosíssimo, totalmente fora da curva. Então a gente vai continuar a fazer o som porque é bom”, afirmou o forrozeiro.