POLÊMICA!

Pedro Ortega processa SBT após polêmica com Vitão

Influenciador se revoltou com reportagem do programa "Fofocalizando" e afirmou que irá processar emissora de Silvio Santos

Jean Telles
Repórter do EM OFF

O influenciador digital e empresário Pedro Ortega se revoltou em suas redes sociais nessa quarta-feira (13), e informou que irá processar o SBT e o programa de notícias dos famosos, “Fofocalizando”, após sua polêmica com o cantor Vitão. Para quem não sabe, Ortega tem sido detonado após ter feito críticas às declarações do músico sobre prazer anal masculino. 

Em seu perfil no Instagram, o ex-participante do reality de pegação “De Férias com O Ex”, declarou que o intérprete do hit “Café”, estava incentivando que as mulheres influenciem seus parceiros a “liberar o ânus”: “Cara, vou dar um recado para o Vitão: É o seguinte: se quiser dar o toba, dá à vontade, amigo, ninguém está recriminando, não. Agora, não vem querer que minha mulher me influencie a dar o toba. Vai tomar no seu c*“, esbravejou o empresário em suas redes sociais. 

O programa “Fofocalizando”, da emissora de Silvio Santos, repercutiu a polêmica na edição dessa quarta-feira (13), e os apresentadores Matheus Baldi, Gabriel Cartolano, Flor Fernandez e Chris Flores criticaram a postura de Ortega por xingar Vitão publicamente. No GC que legendava a informação que era repercutida pelos comunicadores estava escrito: “’Cantor fala sobre prazer e irrita famoso: ‘porrada’”. 

Pedro Ortega se revoltou nas redes sociais, negando que tenha usado a palavra “porrada”, em seu discurso contra Vitão: “Aonde eu falei porrada pro Vitão… Meu Deus do céu que mídia escrota”, reclamou o influenciador digital. Logo em seguida, o empresário informou que entrou com um processo contra o “Fofocalizando” e o SBT: 

“Processo sendo feito contra o SBT e o “Fofocalizando” vocês podem postar tudo o que eu falei, tudo até. Posta tudo! Mas não vem postar mentira, querendo acabar com a minha imagem, que eu falei porrada pro Vitão ou para quem concorda com ele, isso é baixaria demais!”, reclamou Pedro Ortega. 

(Reprodução/Redes Sociais Pedro Ortega)
(Reprodução/Redes Sociais Pedro Ortega)