Fechar
CASO DE POLÍCIA

Perícia policial mostra que PC Siqueira não usou computador para pedofilia

Youtuber está sendo investigado pela Polícia Civil desde junho de 2020

Aline TorresRepórter do EM OFF

PC Siqueira é investigado por crimes sexuais contra criança e adolescente pela Polícia Civil de São Paulo, após o jornalista Erlan Bastos publicar áudios onde o YouTuber afirmava ter “traços de pedofilia”.

O inquérito policial está em curso desde junho de 2020, em 23 de fevereiro, o jornalista Gabriel Perline teve acesso aos laudos da Superintendência da Polícia Técnico-Científica de São Paulo e publicou os resultados.

Os laudos periciais realizados em diversos aparelhos eletrônicos e de informática apreendidos na casa de PC, mostram que o YouTuber não armazenava ou compartilhava fotos e vídeos de conteúdos pornográficos de menores de idade. Além disso, não foi encontrada conversas com teor sexual envolvendo crianças ou adolescentes, e no histórico não constam buscas sobre o tema em sites de pesquisa.

A única conversa encontrada foi a conversa com uma mulher chamada Vanessa, onde PC diz “Na verdade , eu sou pedófilo” e “Tenho essas coisas para atrair menores de idade“. Porém, ambas foram extraídas de um contexto bricalhão.

Vale lembrar que o inquérito está longe do seu fim, pois, além de existirem outras provas contra o YouTuber na investigação, a Polícia Civil aguarda resposta de um ofício enviado ao Facebook, para que ele envie todas as conversas que PC teve nos últimos meses pelas redes sociais, inclusive as que ele possa ter apagado.

O Portal Em Off também foi informado que em alguns aparelhos eletrônicos a perícia não foi feita de forma completa, pois o software forense da polícia civil não consegue recuperar alguns tipos de arquivo.

Relembre o caso

PC Siqueira teve seu nome envolvido em um escândalo de pedofilia em junho de 2020 após supostas conversas serem divulgadas na internet na qual ele teria recebido fotos íntimas de uma criança de seis anos. Além disso, o jornalista Erlan Bastos recebeu áudios onde o próprio PC Siqueira afirmava ter “traços de pedofilia”.

Na época o youtuber afirmou que era vítima de uma “armação criminosa” e o caso passou a ser investigado pela Polícia Civil de São Paulo.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo

Tags Relacionadas: