Casulo

Pitty brilha em show especial de ‘Casulo’ e público faz manifestação política

Canções da turnê de "Matriz 3.0" foram incluídas no show especial

Paulo Henrique Lima
Repórter

Pitty esgotou todos os ingressos disponíveis para o único show especial de “Casulo”, na Áudio, em São Paulo, na noite deste sábado (9). Com participações dos artistas Drika Barbosa, Jup do Bairro e Monkey Jhayam, o espetáculo do EP lançado em janeiro de 2022 contou com abertura do DJ Fabrizio Martinelli, e foi marcado por clássicos da turnê Matriz 3.0.

A cantora subiu no palco por volta de 0h50 e deixou o público eufórico antes mesmo de entoar seus principais sucessos, como por exemplo, “Serpente”, “Me Adora”, “Roda” e “Motor”. Ao lado de Drika, a estrela cantou “Equalize”. As participações foram feitas em divisões de blocos e com uma canção para cada convidado. O público se mostrou conectado e cantou em coro cada música.

O show especial de Pitty teve tom político, não liderado pela cantora, mas pelos fãs. Em diversos momentos do evento, o público puxou gritos de “Fora Bolsonaro” e “Lula 2022”. Ao perceber que os admiradoras insistiam na manifestação, a cantora falou diretamente para a comunidade LGBTQIAP+. “Seja quem você é, seja livre”, afirmou ela, que foi aplaudida.

Ao mesmo tempo em que estava na Áudio para o único show de Casulo, a intérprete de “Submersa” também apareceu na Globo em edição inédita do “Altas Horas” gravada na semana passada. No programa da líder de audiência, ela falou sobre a importância de os artistas se posicionarem politicamente.

“Tem gente que fala de outras coisas. Tem que ser verdade pra quem escreve, dirige, pra quem cria. Mas, particularmente, eu acho importante. E nesse diálogo não precisa haver desrespeito. Pelo contrário, esse diálogo há de ser amoroso e respeitoso porque só assim a gente vai conseguir entender a ideia do outro e falar sobre temas que não são fáceis, temas que nos distanciam. Só que, se a gente fala sem um discurso ético-amoroso, a gente vai se distanciar ainda mais. A gente não vai chegar em lugar nenhum. Então, sim, se posicionar com amor.”