Fechar
Vish...

Por descumprir acordo de pensão alimentícia, ex-Br’oz pode ser preso

O cantor havia feito acordo para pagar valor menor durante a pandemia, mas deveria ter começado a pagar o valor integral em março

Aline TorresRepórter do EM OFF

O cantor André Marinho, ex-integrante da boy band Br’oz, pode ser preso por estar descumprindo acordo feito com a Justiça do Rio Grande do Sul sobre o pagamento da pensão alimentícia da filha caçula de dois anos que teve com a empresária Tailane Peixoto. Ele deve começar a pagar o valor integral da pensão imediatamente.

O acordo feito era que o cantor deveria pagar um valor simbólico da pensão por conta da pandemia do novo coronavírus, no entanto, em março ele deveria ter voltado a pagar o valor original. Mas André continua pagando o antigo valor.

De acordo com a coluna de Fábia Oliveira, do o jornal O Dia, André já está sabendo da sua provável prisão pelo descumprimento do acordo, mas mesmo assim continua sem pagar o valor integral. O advogado de Tailane já entrou com o pedido da execução da sentença que determina o pagamento do valor integral de imediato.

Caso o ex-Br’oz não cumpra a ordem judicial imediatamente, será expedido o pedido de prisão. André e a empresária tiveram um relacionamento de seis anos e tiveram uma filha que quando completou 3 meses de vida, os pais se separaram, em 2019. O ex Power Couple que mora no Rio de Janeiro só visitou a filha no Rio Grande do Sul duas vezes desde que se separou da mãe.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo