Fechar
IMPORTANTE

‘Pulmão artificial’ de Paulo Gustavo vira projeto de lei apresentado por deputado

Deputado que tornar terapia utilizada em Paulo Gustavo obrigatória em hospitais de campanha, criados para atendimento da Covid-19

Adriel MarquesRepórter do EM OFF

Paulo Gustavo segue internado desde março em um hospital particular do Rio de Janeiro por complicações da Covid-19. O ator e humorista quando apresentou piora no estado de saúde, precisou ser submetido a uma terapia intitulada de ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea), mais conhecida como pulmão artificial e também coração artificial.

O ECMO substitui os órgãos de forma temporária e oxigena o sangue para fora do corpo. De acordo com Lauro Jardim do O GLOBO, já existe um projeto de lei que torna obrigatório o fornecimento de ECMO para pacientes em estado grave internados em hospitais de campanha. O projeto de lei é proposto pelo deputado Francisco Jr do PSD-GO.

O projeto do político, segundo o jornalista, prevê que todos os hospitais de campanha criados para atendimento do novo coronavírus tenha pelo menos um equipamento deste e os recursos viriam do Fundo Nacional de Saúde. Francisco Jr defendeu o SUS e falou sobre a utilização do aparelho em hospitais particulares: “Tem sido utilizado em hospitais particulares, causando um discriminatório padrão de atendimento com o serviço ofertado pelo SUS (Sistema Único de Saúde)”.

O EM OFF noticiou anteriormente que Paulo Gustavo apresentou melhoras na segunda-feira (19). Uma amiga do ator e roteirista, Susana Garcia, visitou o humorista e contou que ele tentou se comunicar com ela durante uma visita no hospital. De acordo com o relato de Susana, Paulo apertou sua mão e mexeu com a cabeça.

Continua após a publicidade

Tags Relacionadas: