Fechar
bronca

Rapper critica Prêmio Multishow por não indicar artistas ‘autênticos’

Filipe Ret cobrou a presença de artistas do rap e do trap, como Orochi e Matuê, na premiação

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

O rapper Filipe Cavaleiro de Macedo da Silva Faria, conhecido como Filipe Ret, desabafou nas redes sociais sobre a falta de indicações de artistas do rap e do trap ao Prêmio Multishow, realizado ontem. Israel & Rodolffo, Juliette Freire, Ivete Sangalo, Luísa Sonza, Iza e Nando Reis foram alguns dos artistas que se apresentaram durante a premiação.

Cadê Orochi, Djonga, Matuê, Poze do Rodo, Teto, Domlaike, Flora, Hariel, MD Chefe, BK, Castelinho, TZ, entre outros mlks [moleques] geniais que enchem as casas de show de verdade“, questionou o artista ao compartilhar uma imagem da apresentação do Prêmio Multishow realizado na noite desta quarta-feira (08), complementando a critica com um emoji de bocejo.

Com todo respeito aos artistas que estão participando: não existe premiação musical brasileira honesta sem uma parcela considerável de rappers/trappers. Quem perde esses artistas são vocês“, ressaltou Ret em sua publicação. Nas redes sociais, muitos fãs do rapper concordaram com o cantor. “Ele está certo“, disse uma internauta. “Todo ano a mesma coisa… Já tem as pessoas marcadas”, disse outro.

O Prêmio Multishow não valoriza os artistas de qualidade que estão em alta no Brasil, preferem a lacração, os moderninhos, os escolhidos. O prêmio multishow perdeu a credibilidade total, justamente por essa manipulação descarada que os cantores renomados não vão mais ao evento“, criticou ainda um seguidor de Filipe Ret no Twitter.

Continua após a publicidade

No entanto, muitos fãs do Filipe Ret criticaram a citação de Poze do Rodo na publicação do rapper. “Lá é uma premiação de música não jornal policial para aparecer o traficante do Poze“, ironizou uma internauta. “Que bom que não chamaram o MC Poze, além de ser homofóbico e machista, nem vai trazer audiência nem diferença“, argumentou outro internauta.

Homenagem a Marília Mendonça

A cantora sertaneja Marília Mendonça, que morreu no dia 5 de novembro após a queda de um avião, foi uma das homenageadas da noite. Ela venceu na categoria Cantora do Ano. Iza, Luísa Sonza e Ivete Sangalo se reuniram no palco da premiação para cantar e homenagear a “Rainha da Dofrência”. Juntas, as três entoaram o hino que marcou a despedida da cantora, “Todo mundo vai sofrer”.

Em seguida, Dona Ruth e João Gustavo, mãe e irmão de Marília Mendonça, subiram ao palco para receber o troféu do Prêmio Multishow. “Agradecer pelo carinho de todos vocês, o carinho do Brasil e do mundo com ela, com a gente, pelas orações. Porque a gente segue forte porque nós podemos compartilhar essa dor com vocês e dedicar esse prêmio ao rebanho de fãs, que ela sempre amou e a gente ainda ama. Obrigada!”, declarou Dona Ruth.

Queria dar só um recado. A Marília queria ver todo mundo feliz. Todos que estão aqui hoje, tenho certeza que puderam dividir um pouco alguma experiência com a Marília, algum ensinamento, e sei que você guardam isso no coração. Hoje eu estou usando uma correntinha com esse pingente, com as iniciais R e M, que eu gravei faz um tempo, e é assim que eu vou levar ela aqui no meu peito, para sempre“, completou João Gustavo.