Fechar
HISTÓRIA DO PASSADO

Rico Melquiades já foi apontado como fantasma em esquema de corrupção

Rico Melquiades já esteve supostamente envolvido em um esquema político abrangendo muito dinheiro. O peão teria sido um funcionário fantasma

Adriel MarquesRepórter do EM OFF

Uma notícia peculiar envolvendo o nome de Rico Melquiades, influenciador digital que participa da reta final de A Fazenda 13, veio à tona no último final de semana. O alagoano, conhecido por participar de outro reality show no canal fechado, já foi denunciado por um jornal como funcionário fantasma em um esquema de rachadinha. Os relatos dentro da competição milionária sobre a sua condição financeira acabaram colocando a veracidade das informações prestadas pelo confinado em dúvida.

De acordo com uma matéria do jornal impresso Extra de Maceió, em Alagoas, publicada em 2018, um ex-funcionário do gabinete da parlamentar Thaise Guedes repassava supostamente parte do seu salário para a deputada. Se tratava de Luiz Ricardo Melquiades Santiago, popularmente conhecido como Rico Melquiades, que teria sido nomeado em fevereiro de 2017 recebendo mensalmente o valor bruto de R$ 16.150. Com os descontos, o salário do atual criador de conteúdo digital caiu, na época, para R$ 12.127.

O jornal Extra de Maceió (AL), na sua edição número 961, chegou a divulgar também uma suposta conversa de Rico Melquiades assumindo que repassava parte do valor do salário: “Queria eu, todo mundo repassa é normal. Vou ver com a Thaise, se aparecer uma vaga lá eu aviso. Sim, vai que horas para lá?”. O peão do reality rural da Record teria conversado com uma pessoa, que além de pedir uma vaga de emprego, também demonstrou surpresa ao acreditava que o pagamento era integral para o rapaz.

O Jornal Extra procurou Rico Melquiades para conversar, porém, sem sucesso. Quem contatou o impresso que disparou a notícia foi o advogado Anderson Góes. Ele deixou claro ao veículo de comunicação que as acusações não passavam de perseguição, também salientou que eram mentiras para prejudicar o influenciador e Thaise Guedes. Anderson também comentou sobre a ausência do alagoano no trabalho: “Nenhum assessor parlamentar é obrigado a bater ponto na Assembleia, mas ele trabalha como assessor direto da deputada”.

Continua após a publicidade

Rico nem sempre comparecia ao expediente e aparecia no ranking dos mais faltosos, com uma porcentagem de 46% de faltas. Segundo o jornal alagoano, ele marcava presença apenas quando solicitado pela deputada Thaise Guedes. Segundo o Jornal Extra, Rico era um funcionário “fantasma” e famoso nas redes sociais, com mais de 40 mil seguidores. O veículo também ressaltou que os funcionários da Assembleia Legislativa mal reconheciam quem era o alagoano, revelando que nunca tinham escutado falar em seu nome na Casa de Tavares Bastos.

Rico Melquiades enfrenta Solange Gomes, Dynho Alves e Sthefane Matos na última Roça da temporada. A votação será aberta por Adriane Galisteu nesta segunda-feira (13), onde dois peões serão eliminados juntos, na terça-feira (14). Ainda na edição ao vivo de hoje, MC Gui, Bil Araújo, Marina Ferrari ou Aline Mineiro se despedem da atração de confinamento, perdendo a chance de ganhar o prêmio milionário.

O EM OFF procurou a assessoria de Rico Melquiades para esclarecer as informações publicadas no impresso. Até o momento, não recebemos retorno da mesma e estamos abertos para futuras atualizações. Dentro do reality, sob o comando de Galisteu, o influenciador digital se tornou um dos protagonistas. O ex-participante do De Férias Com o Ex: Celebs travou uma batalha épica contra Dayane Mello, Tati Quebra Barraco, MC Gui e Solange Gomes.

(Foto: Reprodução/Jornal Extra)
(Foto: Reprodução/Jornal Extra)
(Reprodução/Jornal Extra)
(Reprodução/Jornal Extra)