POLÊMICA!

Silvero Pereira manda indireta para Elba Ramalho após polêmica com Bolsonaro

Ator de "Pantanal" debochou de Elba Ramalho após cantora veterana vetar protestos contra Bolsonaro em show

Jean Telles
Repórter do EM OFF

A cantora Elba Ramalho foi envolvida em uma polêmica após uma apresentação musical em uma festa de São João que aconteceu no Parque das Exposições em Salvador, na Bahia nesse domingo (26). Em determinado momento do show, o público presente resolveu se manifestar contra o presidente da República. Ao ouvir os gritos de “Fora Bolsonaro”, Elba Ramalho interveio: 

“Isso é um show de São João, não é um comício”, iniciou dizendo a cantora veterana. Em outro momento do show, Elba Ramalho chamou uma ação que aconteceria com a exibição de um vídeo. Enquanto a transmissão não iniciava, o público presente gritava pelo nome do ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva que é pré-candidato à presidência pelo PT: “Olê, olê, olá, Lula, Lula!”, gritava os populares.

Em resposta a manifestação favorável ao ex-presidente, Elba Ramalho declarou: “A plateia está se manifestando. Como a gente vive em um país democrático, tem que deixar. Cada um tem o presidente que merece”, disse a artista. Não demorou muito para que as suas declarações sobre intervenções politicas populares tomassem conta das redes sociais e alguns internautas lamentaram a postura da famosa. 

Dentre as críticas à Elba Ramalho está a do ator Silvero Pereira, o mordomo Zaquiel de “Pantanal”. Em seu perfil no Twitter, o artista ironizou as falas de Elba Ramalho sobre não fazer de seu show um comício, indicando que a vontade popular sempre deve prevalecer: “São João não é comício, Mas a voz do povo é a voz de Deus!”, escreveu o ator. Nos comentários do post, internautas logo compreenderam que se tratava de uma indireta para Elba e repercutiram: 

“Ontem na última noite de Festival de Parintins na passagem de som ecoou um FORA BOLSONARO das duas torcidas, Caprichoso e Garantido. Arte também é manifestação política e quem achar ruim, que procure uma festa ou evento cheio de ursinhos carinhosos e unicórnios”, debochou uma internauta. “Isso é coisa de artista sem empatia e identificação com o seu povo. O povo está sofrendo com a fome, a inflação, em luto com os milhares de mortos por essa pandemia. Como querer impedir que o povo se manifeste?”, questionou outro.