Fechar
FICOU CHATEADA

Simone perde a paciência e solta o verbo contra fãs evangélicos

A cantora revelou que ficou muito chateada ao sofrer julgamentos vindos de cristãos e não pensou duas vezes ao falar sobre hipocrisia

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Simone, da dupla com Simaria, é uma daquelas personalidades que não pensa duas vezes antes de falar o que pensa. Ativa nas redes sociais, a cantora sertaneja sempre conversa com seus seguidores, respondendo diversas perguntas feitas pelos próprios fãs. Recentemente, ela foi indagada sobre ser cristã e, ao mesmo tempo, ser cantora de um segmento fora do religioso. Sem papas na língua, a morena respondeu o questionamento e voltou a falar do assunto.

Simone e seu marido, o empresário Kaká Diniz, foram os convidados do podcast Transformados, que aborda temas voltados ao público cristão. Logo no início, a cantora foi convidada a falar sobre os diversos julgamentos que vem sofrendo de religiosos. A irmã de Simaria lembrou de um caso ocorrido recentemente, após uma publicação nas redes sociais, que a deixou muito triste.

A cantora, que se entitula como cristã, que prega o evangelho e canta em igrejas evangélicas, revelou que uma postagem em um evento religioso foi suficiente para receber comentários maldosos: “Eu me deparei com um post, meu e do meu esposo, quando nós estivemos em um evento cristão, e ali, de 100% das pessoas, acho que 99% elogiaram, mas também tinha aquele 1%, umas três ou quatro pessoas, que fizeram comentários dolorosos”.

A mãe de Henry e Zaya contou que assim que leu as mensagens repletas de julgamentos, imediatamente foi dar uma conferida nos perfis das pessoas e disse que não precisou de muito tempo para encontrar “erros” e mais “erros”: “E u fiz questão de entrar na página dessas pessoas pra ver se eles realmente tinham aquela postura de filho, de servo, de homens segundo o coração de Deus. Mas eu vi que tinham algumas falhas, daí eu vi que eles não podiam me apontar”.

Continua após a publicidade

Simone revelou que ao fazer uma pesquisa rápida nos perfis daquelas pessoas, que fizeram questão de criticá-la, conseguiu encontrar motivos o suficiente para fazerem delas tão “pecadoras” quanto: “Eu vi pessoas que seguiam cantores de forró, que me seguiam, que seguiam artistas sertanejos, que tinham posts com biquini, ou seja, não condizia com aquilo que ela estava me apontando”.

A cantora fez um desabafo e disse que aqueles julgamentos foram pesados, deixando-a machucada. Ela contou que ficou ainda mais triste, pois estava passando por um momento de luto: “Aquilo me doeu, porque eu vi que aquelas pessoas eram “tortas”, tinham defeitos, eram falhas. Doeu mais pelo fato de ter sido numa semana em que eu estava enfrentando um momento de dor, que foi a perda da Marília”.

A sertaneja continuou falando sobre os julgamentos e da forma com que as pessoas apontam os erros das outras, chegando ao ponto de excluí-las: “Enquanto estão vivos, fazem distinção. Faz como se aquela pessoa fosse pecadora, comigo, com a Marília, com qualquer pessoa que exerce seu trabalho no “mundo”, como eles dizem. É como se fosse torto, leproso, doente. Tem deles que não querem nem chegar nem perto”.

Simone fez questão de ressaltar que muitos evangélicos só lembram do amor ao próximo quando ele morre: “Eles fazem essa distinção… Depois que a pessoa morre, tem compaixão. Daí eu fiquei sem entender o porque só na hora que morre vem aquele amor, vem aquela preocupação, aquele sentimento de perda. Mas porque na hora que está em vida eles não dão a mão, não oram por aquela pessoa?”.

Confira!