Fechar
Um ano antes das acusações

Vaza vídeo em que Marcius Melhem aparece debochando da Globo

Vídeo vazado mostra Marcius Melhem em um ofurô com colegas da Globo em suposto deboche às acusações de assédio que ainda viriam à público

Aline TorresRepórter do EM OFF

Um vídeo datado de 2018, que mostra funcionários da TV Globo e o humorista Marcius Melhem em um ofurô, vazou nesta segunda-feira (22). Na gravação feita um ano antes das acusações de abuso sexual feitas contra o ex-diretor de humor da emissora virem à tona, o departamento de Desenvolvimento e Acompanhamento Artistico da Globo, é motivo de zombaria pelos presentes.

O ex-diretor de humor da Rede Globo, supostamente, estaria debochando das acusações de assédio de que é alvo. A atriz, humorista e apresentadora Dani Calabresa seria uma das vítimas de Melhem e falou sobre o caso em uma reportagem publicada pela revista Piauí. Ela foi a primeira mulher a levar a situação à alta cúpula da Globo.

Segundo o colunista Leo Dias do portal Metrópoles, fontes afirmaram que o vídeo é do dia 15 de outubro de 2018, quando funcionários da Globo se reuniram para comemorar a promoção de Marcius Melhem que havia se tornado há poucos dias, diretor-geral de humor da emissora da família Marinho. Em trecho da música, os colegas cantam:

“Não tem compliance lá, não adianta reclamar no DAA”. Ainda segundo Leo Dias, Compliance é o método que resguarda que a empresa siga todos os protocolos legislativos do qual está submetida e também possui o poder de fazer com que princípios éticos façam parte das tomadas de decisões, além de resguardar a integridade física dos funcionários.

Continua após a publicidade

O DAA é o departamento responsável pela relação com os artistas da casa e necessita do compliance para que a legislação vigente e condutas éticas sejam cumpridas nas rotinas trabalhistas dentro da emissora. A maioria dos presentes no local, tinham relação direta com o departamento em que Marcius era responsável.

Dentre os presentes estava o cantor Leoni, o roteirista Léo Lanna, a atriz Luciana Fregolente, o roteirista Célio, a atriz e roteirista Verônica Debom, a roteirista Luiza Yabrudi, o roteirista Diego Tavares, a roteirista Renata Corrêa, a atriz e roteirista Tata Lopes, o ator Aldo Perrota, o roteirista Juca Filho, a roteirista Renata Andrade, a roteirista Paula Rocha, alguns desses estavam fora da banheira.

Derrota na Justiça após acusações

O ex-diretor da Globo Marcius Melhem perdeu uma ação que moveu contra a revista Piauí após a publicação de uma matéria em que pessoas ouvidas pela revista denunciavam casos de assédio cometidos pelo humorista enquanto trabalhava na TV Globo. A atriz Dani Calabresa seria uma das vítimas e participou da matéria divulgada pela Piauí.

O ex-diretor de humor da Globo pediu uma indenização de R$ 200 mil, alegando que a revista cometeu abuso de liberdade de expressão ao fazer um julgamento público contra ele. A ação foi julgada improcedente. Segundo a coluna de Leo Dias para o portal Metrópoles, o magistrado responsável pela sentença alegou que a reportagem apresenta fatos de maneira objetiva, sem juízo de valor de Melhem, portanto, a liberdade de expressão foi exercida de maneira moderada.

Com esse resultado, o humorista terá de arcar com honorários advocatícios e custas processuais, tendo de pagar um valor estipulado em R$ 20 mil. Marcius Melhem irá recorrer da decisão. Em nota, a defesa do humorista disse que as histórias narradas pela revista não são verdadeiras. “Marcius Melhem irá até o fim para mostrar que as histórias narradas na revista Piauí não são verdadeiras. Convém lembrar que a defesa de Melhem já divulgou um documento com pelo menos 43 erros na reportagem“, diz o texto.

Vários colegas do humorista que estavam presentes nos momentos narrados pela revista já se dispuseram a depor em juízo para ajudar a restabelecer a verdade. Cinco meses depois da reportagem não há nenhum processo instaurado contra Marcius Melhem por assédio sexual. A verdade vai aparecer no seu tempo“, finaliza a nota.

Atualização

Após a matéria divulgada por Leo Dias, a assessoria do humorista Marcius Melhem resolveu enviar uma nota à imprensa. Leia a seguir: “A defesa de Marcius Melhem esclarece que é absurda qualquer relação entre esse vídeo e denúncias que foram feitas mais de um ano depois. As pessoas que cantam na filmagem estavam fazendo menção a uma festa que foi proibida pela emissora. A comemoração foi então realizada fora da empresa, e o grupo brincava sobre esse fato. Nenhuma relação com denúncias que sequer existiam”, finaliza.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff