Fechar
PROTESTOU!

VÍDEO: Luísa Sonza protesta contra Bolsonaro em show

O ano de 2022 começou marcado por protestos de cantores contra Bolsonaro

Jean TellesRepórter do EM OFF

A cantora Luísa Sonza foi mais uma artista a protestar contra o presidente da República, Jair Bolsonaro em show recente realizado em Natal, Rio Grande do Norte. Na apresentação musical em comemoração à chegada de mais um ano, a cantora pop discursou sobre os seus desejos para o ano que se iniciava: “Que 2022 seja um ano maravilhoso, o melhor ano de nossas vidas!”, começou dizendo Luísa Sonza. 

E continuou: “Que o Brasil mude! Que as coisas mudem esse ano!”, após a cantora clamar por mudança, os populares presentes no show começaram a gritar palavras de ordem em protesto contra o chefe do Executivo: “Fora Bolsonaro”, Luísa Sonza não se calou perante a manifestação do público e estimulou que os populares continuassem gritando contra Bolsonaro:Esse é o ano da gente mudar as coisas”, declarou Sonza. 

Não demorou muito para que as imagens viralizassem nas redes sociais e internautas repercutiram: “Uma boa menina faz assimmmm”, declarou uma fã. “Maravilhosa é ela que já era anti-bozo antes de ser moda”, destacou outro. “Artistas que se posicionam vale muito a pena seguir!”, elogiou outro fã. E Luísa Sonza não foi a única famosa a protestar contra o presidente em show. Pocah e Ivete Sangalo também criticaram o presidente recentemente, já o sertanejo Gusttavo Lima, optou por ignorar xingamentos a Bolsonaro. 

Pocah canta funk com xingamentos a Bolsonaro

A funkeira Pocah teve um show marcado por protestos contra o presidente. Em vídeos que circulam na internet, a cantora aparece animada com xingamentos dos populares que gritavam: “Ei, Bolsonaro vai tomar no c#”. A ex-sister aproveitou os protestos para cantar e dançar as palavras de baixo calão em ritmo de funk entoadas pelo público do show que aconteceu no Rio de Janeiro.  

Continua após a publicidade

Nas redes sociais, internautas repercutiram a versão do funk com xingamentos interpretado por Pocah: “Já é hit”, brincou um internauta. “Melhor versão do ano”, ironizou outro. “O genteeeee mdsss o senso cara enfiou onde ???? Cada um com sua opinião respeitem +”, criticou um apoiador do presidente. “Engraçado né se fosse ao contrário? ela pode ele ñ”, declarou outro.  

Em outro momento de sua apresentação musical, a cantora Pocah manifestou apoio ao ex-presidente Lula: “Vocês tem noção? A gente vai entrar em um ano agora em 2022, que a gente pode clamar por paz”, declarou a ex-BBB fazendo um L de Lula com as mãos. 

Ivete Sangalo incentiva público a xingar Bolsonaro 

A cantora Ivete Sangalo incentivou o público que assistia seu show em Natal, no Rio Grande do Norte, na noite da última quarta-feira (29), a xingar o presidente da República. Em determinado momento de sua apresentação musical, o público presente protestou contra o chefe do Executivo, gritando palavras de baixo calão contra o político: “Ei Bolsonaro, vai tomar no c#”.   

Ao perceber os xingamentos direcionados ao presidente, Ivete não se calou: “Tá baixinho”, começou dizendo a artista, incentivando ao público presente a gritar ainda mais alto. A “rainha do axé” chegou a dançar com os xingamentos direcionados ao gestor federal e depois declarou: “Vai acabar escutando de tão alto que foi”. Após a declaração, a artista foi ovacionada pelos populares.   

Gusttavo Lima ignora protesto contra Bolsonaro   

Quem também teve que lidar com protestos ao presidente, foi o cantor Gusttavo Lima. O sertanejo precisou improvisar após a situação atípica acontecer durante um show realizado no Parque Olímpico, Zona Oeste do Rio de Janeiro, no último domingo (26). Isso porque, o público presente interrompeu o sertanejo, em determinado momento do evento, para fazer uma manifestação contra o político. 

Com gritos, a plateia presente na apresentação musical declarou “Fora Bolsonaro”. Ao perceber a manifestação contra o chefe do Executivo, Gusttavo Lima não mencionou o assunto. “Queria homenagear todos os cachaceiros do Rio de Janeiro”, disse Gusttavo Lima erguendo uma lata de cerveja. Ao perceber que o público não havia cessado com o protesto, o músico tratou logo de retomar seu show:     

“Não para não cara, toca música aí vai”, declarou Gusttavo Lima a um integrante de sua banda. O momento não passou desapercebido e acabou viralizando nas redes sociais nessa segunda-feira (27), e internautas tiraram sarro da situação, já que o cantor é apontado há algum tempo como um apoiador do atual governo.