Fechar
VISITANDO O PASSADO

VÍDEO: Pabllo Vittar aparece desmontada e se debulha em lágrimas

Pabllo Vittar recebeu uma surpresa no Caldeirão do Huck e se emocionou bastante de volta ao passado

Adriel MarquesRepórter do EM OFF

O Dia do Orgulho LGBTQIA+ está chegando e Pabllo Vittar é a convidada do Caldeirão do Huck deste sábado (26). Com o álbum recém-lançado, Batidão Tropical, promete emocionar os fãs com a participação no programa da Globo em um quadro pra lá de especial.

Diferente de como costumamos ver Pabllo Vittar nos palcos, a drag-queen aparece completamente desmontada no ‘Visitando o Passado‘. O momento deixou a cantora completamente emocionada após ser pega de surpresa, Pabllo achou que era apenas uma entrevista sobre o tema e estava sem saber dentro do quadro.

Visitando o Passado do Caldeirão reconstruiu a casa que Pabllo Vittar morou na cidade de Santa Izabel do Pará no estado do Pará, com as duas irmãs e a mãe durante 10 anos. Luciano Huck pergunta: “Você sente saudades da sua infância?”. Pabllo então confirma que sente e escuta do apresentador: “Então Pabllo Vittar, entregue seu microfone e bem-vinda ao Visitando o Passado”.

Vittar começar a chorar e diz que não está acreditando. O momento emociona também o apresentador que está no palco do cenário esperando a cantora abrir a porta da casa. Pabllo então entra no portal para reviver toda a sua história e infância novamente, se debulhando em lágrimas.

Batidão Tropical é o mais novo álbum de Pabllo Vittar lançado nesta quinta-feira (24). O 4° álbum da artista pop traz referências que marcaram a adolescência e infância da famosa no Pará e Maranhã contendo músicas autorais e também regravações.

Ama Sofre Chora, Triste com T, A Lua são músicas inéditas do disco novo. Os fãs também podem curtir regravações de bandas como Companhia do Calypso e Batidão. Em entrevista ao G1 Pop & Arte, Pabllo Vittar deixou claro que queria exaltar a sua origem: “Queria de alguma forma exaltar realmente a minha origem, a minha cultura, o Maranhão, o Pará e todas as adjacências que consomem essa cultura”.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo