Fechar
TRETA

VÍDEO: Tomé Abduch e humorista André Marinho trocam socos no ‘Pânico’

Tomé Abduch e André Marinho partiram para agressão física durante o programa Pânico, na Jovem Pan, nesta terça

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

O programa “Pânico”, transmitido pela rádio Jovem Pan e exibido também na internet, virou um verdadeiro ringue de briga nesta terça-feira (11). O entrevistado convidado Tomé Abduch, empresário e ex-comentarista da CNN Brasil, e o humorista André Marinho se estranharam e trocaram socos e pontapés ao vivo durante o programa.

A briga começou depois que Abduch chamou o radialista de “babaca”. Em resposta, o empresário foi chamado de “chorão” pelo humorista. A briga foi narrada pelo humorista Rogério Morgado, que imitou o apresentador Ratinho, do SBT. Até mesmo a sonoplastia escolhida foi a mesma do programa da emissora de Silvio Santos.

Eu apoiei o presidente Jair Bolsonaro, siga o teu caminho, aí vem um babaca…”, disse o empresário, que foi interrompido por Marinho: “Valeu chorão“. Em seguida, Abduch partiu para cima do radialista. O apresentador Emílio Surita até tentou segurar o ex-comentarista, sem sucesso. Ele e Marinho iniciam então uma briga com socos e pontapés, enquanto Surita chamava o intervalo.

Essa não é a primeira vez que o “Pânico” é palco de uma briga entre convidados e apresentadores da Jovem Pan. Em novembro de 2019, o jornalista Augusto Nunes, que apresenta na mesma rádio o programa “Pingo nos Is”, agrediu Glenn Greenwald, jornalista norte-americano do The Intercept.

Continua após a publicidade

A agressão aconteceu depois de Glenn chamar Nunes de covarde por ter feito comentários sobre os seus filhos com o deputado David Miranda. Depois da agressão, o apresentador Emilio Surita suspendeu o programa por 12 minutos. Na volta, Augusto Nunes tinha deixado a atração, enquanto Glenn continuava na bancada.

Veja abaixo a briga entre Tomé Abduch e André Marinho: