POLÊMICA!

Youtube desmente Pabllo Vittar após confusão com Zé Felipe

Plataforma de vídeos negou que tenha cometido censura com Pabllo Vittar após polêmica em música

Jean Telles
Repórter do EM OFF

A plataforma de vídeos online, Youtube se pronunciou após ter sido acusada pela cantora e drag-queen, Pabllo Vittar de beneficiar artistas heterossexuais. Tudo começou após a artista questionar as diretrizes do site que, segundo narrado por Pabllo, censurou sua música “Bandida” em parceria com a cantora Pocah, exigindo que a artista alterasse o título do videoclipe da canção. 

Em suas redes sociais, Pabllo Vittar declarou ainda, que a mesma diretriz não foi exigida ao cantor Zé Felipe que lançou recentemente a canção “Bandido”: “Lembra quando eu lancei ‘Bandida’ e o YouTube me restringiu, fazendo eu colocar um asterisco no final de bandida? Então, Zé Felipe acabou de lançar uma música que chama Bandido”, começou dizendo a famosa. 

E seguiu, fazendo questão de destacar que não tinha nada contra o trabalho do filho do Leonardo, mas ressaltando que o sertanejo não teve nenhum problema com a plataforma: “Tá escrito lá, ‘Bandido’, com todas as letras. Eu só fico muito triste quando vejo essa discrepância, já que as diretrizes são iguais para todos. Por que comigo sempre é assim?”, questionou a cantora. 

Em uma nota enviada ao site Notícias da TV, o Youtube negou que tenha feito qualquer censura a Pabllo Vittar e enalteceu os números da artista na plataforma: “O YouTube Brasil esclarece que nunca houve um direcionamento da plataforma com relação à adição de um asterisco no título do videoclipe Bandida, da cantora Pabllo Vittar. O referido trabalho da cantora tem, inclusive, um excelente desempenho na plataforma, com mais de 71 milhões de visualizações”, ressaltou. 

A plataforma de vídeos online finalizou seu pronunciamento declarando que “está em contato com a equipe da cantora para esclarecer o ocorrido e demais dúvidas”.