Abandonado

Pantanal: Erica dá chega pra lá em José Lucas após noite de amor

Erica vai chegar na fazenda e balançar com o coração de José Lucas, mas após noite caliente, vai abandonar o peão

Aline Torres
Repórter do EM OFF

A jornalista Erica (Marcela Fetter) vai chegar à fazenda de José Leôncio (Marcos Palmeira) arrasando o coração de José Lucas que no momento vai estar desiludido do amor. O peão Vai finalmente se dar conta que não tem nenhuma chance com Juma Marruá (Alanis Guillen) e que perdeu Irma (Camila Morgado) de vez para Trindade (Gabriel Sarter).

Erica vai e José Lucas sentirão uma atração mútua que levará os dois a uma noite caliente no quarto da moça. Logo que o peão chegar no local, a moça dirá: “Quer dizer que temos o resto da noite só para nós dois?”, perguntará provocativa. “Se ocê quiser, podemos ter até mais do que isso”, responderá o ex-caminhoneiro esperançoso de um romance a longo prazo.

“Me beija, José Lucas… Me beija como se fosse o último beijo que você fosse me dar”, pedirá Erica já nos braços do peão que não espera ela pedir duas vezes e realiza o desejo da bela mulher. Na manhã seguinte, Zé Lucas acordará pensativo sobre os últimos acontecimentos repentinos de sua vida e externará em voz alta:

“Há quem diga que Deus é uma criança brincando com destino da gente nas suas mãos”, dirá o filho de José Leôncio pensativo, mas logo levará um balde de água fria da moça: “Para o bem e para o mal”, afirmará Erica que é logo questionada: “O que é que ocê tá querendo dizer com isso?”, perguntará o ex-caminhoneiro.

“Amanhã de manhã eu vou embora dessa fazenda, José Lucas… E quero deixar enterrada aqui a lembrança de tudo o que nós vivemos juntos!”, avisará a moça deixando o peão incrédulo e desiludido após outras duas tragédias amorosas de sua vida. Erica então partirá para longe do Pantanal, deixando José Lucas decepcionado.

“Pantanal” é uma novela escrita por Bruno Luperi, baseada na novela original escrita por Benedito Ruy Barbosa e exibida originalmente pela extinta Rede Manchete. A direção artística é de Rogério Gomes, direção de Walter Carvalho, Davi Alves, Beta Richard, Cristiano Marques e Noa Bressane. A produção é de Luciana Monteiro e Andrea Kelly, e a direção de gênero é de José Luiz Villamarim.